17 de mar de 2008

A morte de meu computador

É definitivo. Venho a público anunciar a morte de alguém que por muito tempo me acompanhou durante a longa jornada da vida. Com ele eu descobri as maravilhas da correção ortográfica, o poder do Ctrl+C e do Ctrl+V que muitas vezes me ajudou a tirar dez em trabalhos de última hora que eu prometi que ia fazer no final de semana mas não fiz, porque fiquei jogando vídeo game.
Sempre o considerei a melhor criação divina depois da mulher e da pílula do dia seguinte.

Sem mais delongas anuncio a morte por idade de meu querido computador. Não posso deixar de sentir tristeza por saber que nos seus últimos dias eu não estava dando-lhe a devida atenção. Inegavelmente o abandonei por outros com maior poder de processamento e uma conexão mais veloz a internet. Ele obviamente compreendia que eu vivia cercado por outros computadores no trabalho e na faculdade que eram bem melhores que ele, mas mesmo assim nunca me decepcionou quando recorria a ele nos domingos a noite pra escapar da cara gorda do Faustão e da cara de leite do Gugu.

O momento trágico ocorreu com o que eu acreditei ser algo benéfico para ele. Abri-o para realizar a sua limpeza anual, porém não tive a sensibilidade de perceber que era justamente o pó e a barreira de sujeira que o mantinha vivo.

Tentei em vão reanima-lo, chamando mesmo um profissional mas o veredito foi a sua completa morte. Fui informado que ainda poderia aproveitar algumas de suas peças para montar um novo que poderá me servir como firewall e para compartilhar a internet, porém nunca mais o teria de volta como ele realmente era; teria apenas um implantado.

Vai-se o hardware ficam as boas lembranças: o aprendizado do linux, o primeiro kernel panic, os idiotas que foram enganados com mensagens de vírus no msn, a nossa primeira placa de vídeo, a diversão de jogar CS. É triste, mas enfim que venha o novo, montar um novo bebê do zero com certeza aliviará minha dor.


[OFF] não eu não sou maluco, nem gay, nem tenho uma relação pan-sexual com meu computador. O post acima é uma interpretação lúdica do meu sentimento em relação a perda do meu computador.

Um comentário:

  1. "o poder do Ctrl+C e do Ctrl+V que muitas vezes me ajudou a tirar dez em trabalhos de última hora que eu prometi que ia fazer no final de semana mas não fiz, porque fiquei jogando vídeo game.". Fiz isso umas duas vezes essa semana...

    ResponderExcluir