12 de ago de 2008

O blog dos fracassados onde o verdadeiro fracassado é o blogueiro

Sou de opinião que, se é pra criticar alguém, tem que ser por vingança - se você for mal, como eu, claro - ou por merecimento do criticado, que é o caso aqui.

O que acontece é que um blog por ai achou que seria divertido falar mal dos atletas brasileiros que, por ventura, não conquistem medalhas em Pequim.





Não vou me dar ao trabalho de colocar o link, se quiser digite você mesmo.

Nunca fui do tipo que não gosta de brincadeiras depreciativas, ou um cara certinho que não aceita gozação, mas existe um ponto em que brincadeiras passam a ter um teor de muito mal gosto, e esse blog é um exemplo disso.

Pra quem não sabe, - e se você não sabe, saia da caverna! -, as olipiadas reúnem os melhores atletas do mundo em cada categoria, e os atletas brasileiros são mais conhecidos por sua força de vontade em vencer, do que pelos incentivos que são lhes dados.

Não conheço nenhum atleta brasileiro que tenha ficado rico jogando pelo Brasil. Tratar pessoas que acreditam em ideais patrióticos de forma depreciativa é o tipo de coisa que se espera de alguém realmente fracassado.

Apontar o fracasso dos outros é a maneira preferida dos covardes de ignorar seus próprios fracassos.

O domínio pertence á um tal de Rodrigo Raniere Araújo, não sei se é o mesmo de um caso que envolveu um site que foi considerado ofensivo ao Canada, sobre o qual vocês podem obter mais informações aqui. Não tenho certeza sobre quem escreve o site, mas a estupidez das poucas linhas e o super abarrotamento do site de anúncios de publicidade, me garante que não é alguém a quem eu apertaria a mão de bom grado.

PS: não tenho nada contra anúncios publicitários!

4 comentários:

  1. mas convenhamos a uma mentalidade brasileira que desprezo em atividades esportivas, o tal de jogar e disputar e achar quegoverno precisa patrocinar tudo.
    Tem que ir pra ganhar, tem que parar de achar que disputar uma olimpiada é saudável, pra que levar 300 atletas e trazer 5 medalhas de bronze?
    outra coisa, por ex. a ginastica brasileira ja tem anos e anos que tem uma otima extrutura e sao tratadas como profissionais, agora compare elas com as demais? é pifio, mas nego vai dizer que é maravilhoso estar entre os 8 melhores, nao, nao é a coisa melhor, é o dever delas.

    ResponderExcluir
  2. Certas modalidades existem há muito tempo, alcançar a maestria leva tempo, comparar certos destaques nacionais a uma historia de conquistas não é justo. Ainda há muito a descobrir, boa parte de nossos atletas se quer conseguem viver apenas da modalidade que praticam, ou seja, não são profissionais. A mentalidade de nossos empresários em geral é fechada quando o assunto é investimento no esporte, o que agrava ainda mais nossa situação. Ainda falta estimulo por parte dos redutos educacionais, possíveis geradores de atletas, já que no nosso país quando não se joga futebol no campo se joga em quadra

    ResponderExcluir
  3. Site Tosco! 5 linhas de texto, 200 e porrada de propaganda, além das imagens desalinhadas entre coisas.
    Até parece que ganhar medalha é coisa boa, os bilhões que gastam contruindo ninhos de pássaro, bolhas d'agua, cocôs de cachorro, poderiam estar invetindo em saúde, infra-estrutura, ou até mesmo aumentando o salário dos chineses, que, ao meu ver, não saõ trabalhadores, e sim, escravos

    ResponderExcluir
  4. O lema da sua vida deve ser: "o importante é competir", lema de fracassado esse. Papo de gente conformista.

    ResponderExcluir