27 de out de 2008

Um bom lugar de trabalho


Tenho um sério problema com ambientes de trabalho. Parece que fico menos produtivo se não estiver trabalhando em um ambiente agradável. Na verdade poderia dizer que trabalho melhor em um ambiente mais agradável.

Para explicar vou usar de um exemplo: estava buscando um computador em um dos laboratórios livres da minha faculdade, a maioria dos laboratórios por aqui são excelentes, mas entre os laboratórios livres (onde não tem aula), apenas alguns primam pela excelência, a grande maioria parece mais um cemitério de hardware antigo.

Nos laboratórios bons, todos os computadores são Dell com tela de 17 polegadas , e sinceramente, você não sabe o que é um teclado bom para digitar até ter usado um teclado Dell. Pra quem não tem o computador como objeto de TRABALHO, ESTUDO e LAZER, como é o meu caso, pode parecer frescura se achar menos produtivo por causa de um teclado mas, digitando em um teclado de teclas pequenas e macias demais, em um tela de 14 polegadas, não posso ignorar a sensação de que não estou fazendo um trabalho tão bom quanto poderia fazer em um ambiente de trabalho melhor.

Neste exato momento, mudei de computador, pois estava em um dos laboratórios ruins, mas de olho na porta de um dos laboratórios com bons computadores, esperando que alguém saísse para poder correr e pegar o computador livre. Pronto, não estou no lugar da sala que acho mais agradável, mas agora é só esperar.

Acredito que o local de trabalho pode influenciar muito uma pessoa. Claro que conheço gente que poderia programar em Lisp, no meio de um baile de eletro-pago-funk (sim, esta abominação existe) e tirar dez no trabalho final de AI (piada nerd). Eu, porém, sinto um verdadeiro bloqueio se o lugar ao meu redor não estiver exatamente do meu agrado.

Esse meu bloqueio pode ser um problema quando se tem que atender usuários pessoalmente, e alguns dos usuários atendidos, não levam muito em conta a qualidade do seu ambiente de trabalho, porém para isso desenvolvi uma técnica: fico imaginando que quanto mais rápido fizer o meu trabalho e satisfizer o cliente (uii), mais rápido poderei voltar para meu local de trabalho, onde uma grande mesa, com minha grande bagunça e meu computador me esperam.

Só fico meio frustrado com os laboratórios livres da minha faculdade por ter de usar Windows, mas tendo um Dell de última geração para postar no blog, posso esquecer deste detalhe por enquanto.

23 de out de 2008

Pixlr: um excelente editor de imagens online


Infelizmente não tenho grandes capacidades artísticas, mas como todo blogueiro já precisei de um editor de imagens. Nunca aprendi a usar o Photoshop e acredito que por enquanto não preciso aprender, sempre me virei muito bem em casa com o Gimp, apesar de concordar que a interface dele não é grande coisa; no meu trabalho tenho FireWorks instalado e ele me atende perfeitamente em minhas necessidades. Mas se estou longe do meu computador ou do meu trabalho e preciso de um programa de edição de imagens, acabo sentindo falta de um bom editor que seja fácil de usar.

Resolvi este meu problema com um excelente editor de imagens online que conheci por indicação do Meio Bit: estou falando do Pixlr.



O Pixlr é muito leve e funciona muito bem no Firefox. Ao contrário de outros editores onlines, ele não é bloqueado na faculdade onde estudo e não dá problema para fazer updates direto do computador local. Tem todas as opções de um editor básico de imagens e ainda outras que eu mesmo nem sei usar. É excelente para capturar o valor hexadecimal de pixels em imagens, coisa que tem me sido muito necessária ultimamente. Apesar do editor não exibir o valor hexadecimal da cor usando só a ferramenta de Seleção de Cores, é possível contornar este problema usando esta ferramenta combinada com a caixa de seleção de cores que exibe os valores em hexa de cada cor.

Além de ser o editor online mais leve e rápido que eu já vi, ele ainda tem opção de menus em português do Brasil.

Sei que podem existir outros melhores mas o Pixlr é com certeza o que melhor atende minha necessidades.




Imagem: wwwhat's new

18 de out de 2008

A vergonha do Campeonato Brasileiro


O Campeonato Brasileiro deveria mudar seu nome para Campeonato do sudeste Brasileiro, já que parece que não existe a intenção de permitir chances iguais a todos os times do Brasil!

Nem sou tão ligado em futebol e muito menos um torcedor fanático pelo meu time, mas assisto os jogos, torço, grito e faço festa quando ganhamos e grito e esperneio quando perdemos, por isso mesmo não posso deixar de registrar o meu repudio a chamada justiça do futebol brasileiro.

Eu explico: o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) simplesmente resolveu punir jogadores chave do Grêmio, atual líder do campeonato.

O zagueiro Léo foi punido com 120 dias de suspensão, o também defensor Réver pegou gancho de três jogos, e o atacante Morales não poderá atuar por oito partidas. Desta maneira, se o Grêmio não conseguir diminuir as penas, Léo não defende mais a equipe no campeonato e Morales volta somente na última rodada, contra o Atlético-MG.

Os três jogadores foram julgados por lances ocorridos na partida contra o Botafogo, no último dia 4, em que o Grêmio venceu por 2 a 1. Léo, que foi expulso na oportunidade, foi indiciado por chutar Jorge Henrique, do time carioca, sem a bola estar em disputa. Já Rever foi punido por empurrar o meia Carlos Alberto, e Morales era acusado de fazer falta violenta no lateral Alessandro. (fonte: A Tarde)


Entendo pouco de futebol e menos ainda de (in)justiça desportiva, mas ficou notória a falta imparcialidade do STJD aovergonha_justica_desportiva ter de revogar suas próprias decisões por não suportar a pressão da massa tricolor e até mesmo de outras torcidas do Brasil contras as suas porquices. Até mesmo a imprensa do eixo Rio-São Paulo teve de ficar do lado do Grêmio por não ter como apoiar a estupidez do STJD. Para terem uma idéia, Milton Neves declarou apoio ao Grêmio, não porque ele realmente o apóie, mas sim porque precisa de uma imagem de repórter esportivo sério, para poder continuar cuspindo merda contra os times de fora do eixo depois.

Mais uma vez o futebol brasileiro sofre por não sermos capazes de ter a mesma habilidade fora dos gramados que temos dentro deles. Como se não bastasse o tapetaço que o Inter levou em 2005, parece que Luiz Zveiter desafiou Paulo Schmitt a fazer mais merda que ele em 2005, e Schmitt está ganhando a aposta. Agora é esperar para ver o que os senhores da lei do futebol vão aprontar contra o Grêmio para compensar sua derrota atual.

Não é toa que o melhor futebol do mundo é brasileiro, mas joga fora do Brasil!

Fica ai o link de uma petição online contra as arbitrariedades do STJD. Não sei se adianta alguma coisa, mas, eu já assinei!

http://www.petitiononline.com/stjd2008/petition.html


Referência: Cristian Bonatto (blog do Grêmio no Globo Esporte)
Imagem: Grêmio Acima de Tudo

15 de out de 2008

Em período de aprendizado blogalístico

Como sempre estou enfiando os pés pelas mãos e tentando fazer mais coisas do que meu tempo e meu cérebro permitem. As atualizações aqui no blog têm diminuído de freqüência, pois tenho dedicado um pouco do meu tempo livre a outras atividades blogalísticas.

No momento tenho exercitado o meu lado ruim e oportunista em um blog que é uma verdadeira reunião de mercenários. Estou falando do OBlogo.


Basicamente OBlogo é um projeto que pretende reunir blogueiros dispostos a usar de seu oportunismo para caçar pára-quedistas. O objetivo final, é óbvio, é ganhar dinheiro. Por enquanto o blog está aberto a qualquer um que queira participar. Dê uma olhada no blog e clique até não poder mais no adsense dos meus post’s dê uma lida nos meus posts caça-páraquedistas.

Também tenho dedicado um pouco do meu tempo a aprender sobre Wordpress, e para isso criei um blog de testes para mexer a vontade. Só posso dizer que apesar do Wordpress não ser nenhum bicho de sete cabeças, também não é nem de perto tão fácil de usar quanto o Blogger. Tenho sentido falta principalmente de tutoriais e blogs técnicos que são tão comuns a plataforma Blogger. Enquanto blogar, não pretendo abandonar o Blogger, que obviamente é a minha plataforma favorita, mas senti necessidade de testar o Wordpress, por causa dos meus testes de monetização. Sei que é mentira essa coisa de que para ganhar dinheiro você precisa de domínio próprio, hospedagem paga, Wordpress, mas desconsiderando as babaquices de alguns blogueiros, a plataforma Wordpress é realmente maravilhosa.

Até mais então, que agora eu vou bater minha cabeça na parede até entender direito como editar o theme do meu blog de testes!

14 de out de 2008

A farsa do rato no sorvete


Sabe quando você diz uma coisa idiota e depois se arrepende de ter dito. Poisé, fiz cagada! Postei a foto do rato antes de conferir os fatos. Na verdade ainda me salvo por ter afirmado de que o e-mail tinha 99.9 % de chance de ser fake, mas fui ludibriado pela sagacidade de uma secretária em afirmar a confiabilidade de suas fontes.

Nem a lista enorme de remetentes no e-mail original da caixa de entrada da secretária me fez perceber a estupidez que tal fato representava. Só me dei conta que havia algo errado com o e-mail e com as fotos após ver um post semelhante ao meu e com as mesmas fotos no blog da Bruna.

Então os macacos epiléticos que povoam minha mente trataram logo de se agitar e me fazer ir atrás da informação correta. Não foi necessário muita pesquisa para comprovar a falsidade dos fatos.

Na verdade, este e-mail circula na internet desde o inicio de setembro. No original, o shopping citado não é o Bourbon de Novo Hamburgo, mas sim o Shopping Grande Rio (não sei onde fica, no Rio talvez?). As fotos são sempre as mesmas e o texto vem sendo transmitido quase que inalteradamente, com exceção do nome do shopping em questão.

Se quiser ver um relatório completo da farsa, com uma carta de indignação do Mc Donalds inclusive, visite o E-farsas, que lá eles explicam tudo. Parabéns ao Kazuya por ter notado que o quiosque não era similar ao estilo Mc Donalds!

Pra quem não sabe este tipo de e-mail tem um objetivo simples: capturar endereços de e-mail para listas de spam!

Como assim capturar e-mail para listas de spam? É simples. Algum Hacker ou pseudo-Hacker cria um e-mail falso como este, ou falando de uma criança que precisa de ajuda, ou de como o Didi é mal por pedir dinheiro para o Criança Esperança, ou sobre como se você enviar o e-mail para outras 69 pessoas nos próximos 3 minutos você vai ganhar na mega-sena, seu chefe vai ter um ataque cardíaco, a Juliana Paes vai cair de pára-quedas e nua no seu colo e seu pênis vai aumentar 20 centímetros. Depois este cara envia este mesmo e-mail para o maximo de pessoas que ele conseguir, então essas pessoas vão receber este e-mail e vão ter a franca convicção de que o mundo precisa saber dos mistérios da vida e da morte que ela recebe na sua caixa de entrada e repassa para toda sua lista de contatos sem colocar sequer um e-mail como cópia oculta. Então é só questão de tempo, até que o e-mail retorne para o hacker em questão ou para qualquer outra pessoa mal intencionada, que ela terá um lista enorme de e-mail fresquinhos para adicionar na sua lista de spam’s e de potenciais vitimas de crimes cibernéticos.

Minha única forma de retração é que não repassei este e-mail para ninguém fiz pior, postei no meu blog.

É triste dizer que cometi uma ignorância que tanto abomino, que fui crédulo quando a vida toda debochei dos crédulos, mas todo mundo, mais dia mesmo dia, escorrega e faz besteira.

Fica a dica: se receber e-mail como este não repasse, ou você pode fazer papel de idiota crédulo; e acima de tudo, não poste no seu blog, para não fazer papel de idiota crédulo que espalha merda sem conferir os fatos.

Mc Mouse Feliz


Este post possui uma noticia falsa e contem fatos que não podem de nenhuma maneira, serem vinculados ao Novo Shopping de Novo Hamburgo e muito menos a rede Mc Donals. Confira a explicação clicando aqui!


Acredito que exista 99,9% de chance de isto ser fake, mas eu recebi estas fotos da secretária do escritório onde trabalho e ela jura que as fotos foram enviadas por uma amiga que atesta a veracidade dos fatos.

No e-mail existem fotos seguidas da seguinte descrição:

Para a galera que adora o Mc Donald's....
Pessoal uma colega foi sábado dia 30/08/08, ao novo shopping BOURBON,
quando estava na fila veio uma moça gritando muito, pedindo para levarem ela p/
o hospital p/ fazer uma lavagem porque tinha um rato na casquinha dela,
Quando ela terminou a parte de cima do sorvete, mordeu o rabo do rato!!!
Ai jogou o sorvete no balcão do caixa e apareceu o Camundonguinho morto.
A moça estava histérica, e não é pra menos!
Outro cliente revoltado tirou estas fotos!

Abaixo as fotos em questão:

rato_sorvete_mcdonalds

rato_sorvete_mcdonalds3

rato_sorvete_mcdonalds2



Nojento? Também achei!

Verídico? Não sei, mas espero que não, pois não forma poucas as vezes que comi sorvete no quiosque citado no e-mail!

Vou procurar pessoas que também já comeram sorvete neste quiosque para ver se eles identificam positivamente o ambiente.

11 de out de 2008

Os três proquinhos versão Blogueiro

Mais um hype da internet. São os vídeos contando a história dos três porquinhos sob várias perspectivas. Logo abaixo tem a versão blogueiro da história.



A versão blogueira da história não é tão engraçada assim, acho que já vi quase todas e uma das que eu achei mais engraçada foi versão contada pelo gaúcho, mas também acho que só sendo gaúcho para entender completamente. Só não gostei do sotaque meio gay - sem piadas - e semelhante ao estilo de falar dos manos aqui do RS.




PS: quase ninguém fala assim aqui no Sul e eu odeio manos!

9 de out de 2008

Sobre o que blogar?


Quem acompanha este blog pode ter percebido que diminui o ritmo de atualizações! O que acontece é que por algum motivo fui acometido por um vácuo mental blogalistico sem precedentes na curta vida deste blog.

No inicio achei que era apenas falta de ter o que falar, mas agora percebi que realmente todas as idéias me fugiram. Um viciado em Tekken diria que eu estou com Vacuomintusfobia e eu concordaria em gênero grau e número.

A Bruna também tem seus dias de falta de idéias. Na verdade todos os blogueiros devem em algum momento das suas vidas se perguntar: sobre o que eu vou escrever hoje? E em resposta ouvir apenas o eco dentro de suas cabeças.

Quando me resolvi a atualizar este o blog o máximo possível, prometi a mim mesmo que jamais postaria sobre não ter o que postar. Ledo engano que conseguiria manter o ritmo de postagens constantemente!

Também estou participando de um projeto blogosférico que vai tomar um pouco do meu tempo e criatividade, sobre o qual farei um post no futuro, se ele for adiante.

Até mais e aguardem noticias.

3 de out de 2008

Evasão Intelectual

Na ultima terça-feira estava eu na sala de aula poluindo minha mente com o editorial tendencioso de uma revista Veja (... Abril blogs ... muha muha muhaaaa .... o malllllll …), esperando pacientemente que a aula começasse. De repente, meu professor inicia a aula sem metade da turma estar presente, meu primeiro pensamento foi que o meu professor era um chato, que só porque tinha chegado adiantado na sala estava começando a aula antes do horário; mas então eu dou uma olhada no relógio (celular) e vejo que já haviam passado 15 minutos desde o horário de inicio da aula; ou seja, não era o meu professor que estava começando antes de toda a turma chegar, o que aconteceu era que quase metade da minha turma havia desaparecido!

e_feevale Mas para onde foram os meus digníssimos colegas? A resposta é obvia: na semana anterior meu professor havia devolvido aa provas e digamos que a média geral da turma não havia sido muito boa! Desde que eu entrei na faculdade observo que nas cadeiras mais difíceis – do tipo que exigem mais do que estar de corpo presente em aula – depois da divulgação das notas das provas iniciais, acontece uma desistência em massa.

Se no ensino fundamental e médio se observa evasão escolar, na faculdade, podemos perceber a evasão intelectual. Na minha faculdade os cursos são feitos por cadeira, onde cada cadeira é uma matéria. Cada semestre, você pode escolher em quais e em quantas cadeiras vai se matricular, sei que não é assim em todo o Brasil. Mas quando os alunos de cursos da área de exatas, como as engenharias ou como no meu caso, Ciência da Computação, entram nas cadeiras mais especificas de seus cursos, como calculo, programação, física ou como no caso desta cadeira que citei como exemplo, Pesquisa Operacional, onde desenvolvemos modelos lógico-matemáticos para aplicações logísticas , de produção ou cientificas, simplesmente alguns alunos resolvem que o seu curso é muito difícil e debandam para cadeiras mais fáceis ou mesmo cursos mais fáceis.

Não sei se isso é algo que só ocorre em faculdades particulares, mas percebo que muita gente está na faculdade só pelo diploma, ou entrou na faculdade de forma mal-orientada. No meu curso, entram em torno de 60 alunos por período letivo, mas apenas dez alunos se formam por ano!

É triste, mas tenho que admitir que a impressão que tenho é que os estudantes tem preguiça de estudar. Eu mesmo tenho preguiça de estudar para algumas cadeiras mais maçantes, mas tenho consciência de que se eu me proponho a frequentar um curso superior, eu vou ter que estudar como um aluno de ensino superior.

Existe uma idéia intrínseca na cultura brasileira, de que a escola é chata e que estudar só serve para se ter mais oportunidades de crescimento financeiro. Eu acredito que estudar é muito mais do que ter um diploma e garantir um bom emprego, que aliás não é nada garantido! Eu acredito que estudar pode te tornar uma pessoa melhor, apta a fazer as melhores escolhas, preparada para ajudar as outras pessoas e o mundo. Somos animais racionais e o poder que temos de transmitir conhecimentos por meios não puramente biológicos é o que faz de nós humanos, os donos deste planeta, pro bem ou para o mal!

Acho que está na hora de reformularmos nossos conceitos de aprendizagem e reformular nosso sistema de ensino, onde um estudante pode se tornar uma bacharel, apenas empurrando seus estudos com a "barriga"!




Imagem: prédio central da Feevale.

2 de out de 2008

OlHaH MinhAh FoTEenHAH Di Bebe

Olhah ki BunitEEnHah mInHAh foTEenhAH di BeBE NU meu BlOg......

Peraí que meu QI baixou 15 pontos ... deixa eu me recuperar!

OK, voltando ... minha miguxa e blogueira que mais vezes escreveu meu nome errado, Iara do Mais Atitudes, me convidou para o meme do bebê. Como eu sou um rapaz muito educado, jamais recusaria um convite de uma amiga, então lá vai, taí a foto.




Como podem ver, pra quem me conhece pessoalmente, eu já tinha cara de "joelho" desde bebê. Nesta foto em questão eu ainda não conseguia parar em pé, então meu pais, provavelmente minha mãe, teve a brilhante idéia de me escorar na parede para tirar a foto. Podem notar por minha cara de assustado, que eu estava esperando alguém me oferecer uma venda, um cigarro e perguntar qual era meu último desejo, afinal de contas não é sempre que nos escoram em uma parede e apontam luzes e equipamentos estranhos para nós.

E já que é pra fazer miguxisses - miguxicês - , eu vou chutar o pau do balde. Deêm uma olhada logo abaixo na foto de bebê do meu irmão, que é também a pessoa que eu mais amo no mundo.



Como podem ver ele foi um bebê muito mais bonito do que eu fui, apesar das tias que afirmam que nos somos categoricamente iguais. No inicio achei que ele seria o irmão bonito e eu o irmão inteligente, mas não é que o diabinho nasceu super inteligente. Minha última esperança é que quando ele chegar a adolescência se envolva com drogas, prostituição e crimes, para eu ser o irmão bem sucedido e ele o irmão perdido.

Para continuar o meme eu convido quem está mais próximo a mim: A Bruna Jabuticaba do blog Cotidiano e a Raquel nas entrelinhas, também convido o Jonh, mas como eu sei que ele está longe de casa, pode ser que ele não tenha nenhuma foto de bebê para postar, então se ele ficar com vergonha, pode usar esta desculpa.

Vamos lá pessoal, tá na hora de fazermos um mico coletivo, mico Triatral! VAmuxXx botAh nOXXAxXx FOtinHUxXx DI beBe nAH nET!!!!!!!



Vocabulário emo provido por MiGuXeiToR © ® ™ (vocês não acharam que eu sabia escrever em miguxês, acharam!)