3 de nov de 2008

IPhone Claro, mas não para mim


Estava eu no último sábado, cumprindo minhas obrigações de escravo contratado, quando uma solicita telefonista de tele-marketing me liga. Aparentemente ela queria me mostrar as vantagens de migrar o meu numero da Vivo, que era o celular para o qual ela ligava no momento, para a rede da Claro.

A tal portabilidade, chegou a poucos dias aqui no Sul e as empresas de telefonia celular parecem já estar se degladiando por clientes; fazendo uso inclusive de uma forma de propaganda que eu acho muito abusiva: ligar para um número que não pertence a sua carteira de clientes e um número que não foi fornecido para eles, já que nunca preenchi nenhum cadastro com meu número de celular permitindo que atendentes solicitas e cheias de gerúndios, com um leve sotaque nordestino, me ligassem para oferecer as incríveis oportunidades de migração.

Por inanição e por estar me perguntando como a Claro consegui meu número, não encerrei a conversa logo que ela começou com aquele papo furado de “O senhor já sabia que seu numero não precisa mais estar atrelado a uma única companhia de telefonia”, “O senhor já conhece as vantagens que a claro está oferecendo para os clientes que migrarem seus números para a nossa operadora” (notem que removi os gerúndios para poupa-los da tortura.

Logo ela me perguntou qual plano eu vinha usando no momento com minha atual operadora. Ai ela começou a me perguntar quais as funcionalidades do meu celular; como meu celular não renega o dono, ele é pré-pago mesmo e eu mal tenho créditos para falar, que dirá usar todas as suas funcionalidades. Ela então me perguntou se eu pretendia trocar de celular no momento e eu respondi que sim. Contei inclusive que estava de olho num IPhone e que a Vivo já havia me oferecido a troca do meu celular por um IPhone em um plano de R$90 mensais mais um aparelho custando 1499 reais á vista (sonha Teilor .... sonha ...).

Então a gentil tele-marketing me informou que o aparelho IPhone não estava disponível para a Claro, mas eu poderia adquirir uma série de telefones de última geração.

Este ponto em particular me chamou a atenção! Como assim o IPhone não estava disponível se a Claro vem escancarando uma enorme campanha publicitária do IPhone deste muito antes do seu lançamento no Brasil.

Se ela houvesse dito que o IPhone não estava disponível para MIM, eu até poderia compreender, já que constatei por mim mesmo que IPhones não são brinquedos para qualquer um, mas dizer simplesmente que o IPhone não estava disponível para a compra me soou muito estranho.

Infelizmente a ligação caiu (ou foi cortada) e eu não tive a oportunidade de indagar mais sobre o mistério do “IPhone que não é para todos.”

Alguém ai mais tem recebido ligações de operadoras tentando que você migre seu numero, ou sou só eu o azarado e perseguido por atendes de tele-marketing?

3 comentários:

  1. Se eu pudesse eu matarra mil! (atendentes de telefone). è melhor mesmo o iPhone não estar disponível pela claro. A Claro rouba muito.

    ResponderExcluir
  2. Não, mas esquisito é. Não dê informações por telefone a NINGUÉM. Previna-se contra pessoas mal intencionadas, talvez a tal mulher não fosse funcionária da Claro e sim de sabe-se lá quem...

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que a atendente te falou que ele não estava disponível, porque se assustou com o valor que você disse, visto que nela, o iPhone sai por muuuuuito mais do que na Vivo, como falei no meu blog e o Kazuya-kun linkou.
    Provavelmente para não delongar muito o assunto ela disse isso e cortou a ligação.
    Na verdade, a Claro já está me enchendo o saco, e se ela ligar para mim para comprar um "Apple Fone" vou mandá-los tomar naquele lugar.
    Abraços

    ResponderExcluir