15 de dez de 2009

O que um iniciante precisa saber sobre o Twitter?


noob Vários amigos e colegas já me pediram explicações sobre o que é e como funciona o Twitter. Depois de um tempo, para responder a todos, acabei criando um e-mail padrão para enviar para essas pessoas; e como já recebi vários pedidos (mais de cinco!) que foram respondidos com este e-mail, resolvi publica-lo aqui no blog.

Na verdade, se trata de uma reunião de links sobre o assunto, já que acredito que não vela a pena reescrever o que já foi perfeitamente escrito.

 

 

Leiam abaixo e me sigam no Twitter(@Teilor):

Esse é aquele e-mail que tu me pediu. São na verdade vários links.

Então seguem alguma dicas para iniciantes do Twitter:

http://dicasblogger.blogspot.com/2009/07/como-usar-o-twitter.html

Alguns programas que facilitam a vida no Twitter:

http://dicasblogger.blogspot.com/2009/08/aplicativos-para-usar-o-twitter.html

Duvidas frequentes de novos usuário do Twitter:

http://dicasblogger.blogspot.com/2009/06/dicas-twitter-duvidas-frequentes_19.html

Um post deste mesmo blog falando sobre o Case do Willian Bonner no Twitter:

http://dicasblogger.blogspot.com/2009/10/william-bonner-e-as-redes-sociais.html

Um texto no meu blog (escrito por mim obviamente) explicando para que serve o Twitter usando alguns casos reais:

http://withoutbrain.blogspot.com/2009/04/mas-para-que-serve-o-twitter-afinal-de.html

Um blog só sobre Twitter:

http://www.twitterbrasil.org/

Quando quiser saber o que estão falando no Twitter sobre qualquer coisa use o http://search.twitter.com/ Com certeza você vai se surpreender com os resultados, mesmo pesquisando sobre algo mais próximo a você, como o Termo Feevale por exemplo (http://search.twitter.com/search?q=Feevale)

E para finalizar, um post no meu blog parodiando o caso do vício em drogas do Fábio Assunção, usando um dos globais que mais faz sucesso no Twitter, o Luciano Huck

http://withoutbrain.blogspot.com/2009/09/famosos-fiquem-longe-do-twitter.html

Perguntas?

 

Se você tiver alguma sugestão de link sobre o assunto, coloque nos comentários abaixo para que eu possa analisar e colocar no meu texto.

9 de dez de 2009

Convites grátis para o Google Wave e novo Orkut

wavelogoSeguindo a dica da @JulianaDB, vou deixar aqui no blog a disposição de quem se interessar, os convites que estão me sobrando para o Google Wave e para o novo Orkut.

Não sabe o que é o Google Wave? Veja aqui.

Não sabe do novo Orkut? Pois continue sem saber e seja feliz.

No momento, eu tenho 20 convites para o Google Wave e 14 convites para o novo Orkut.

Se você quiser um dos convites paa o Google Wave, basta deixar o seu e-mail nos comentários deste post. Se quiser um convite para o novo Orkut, adicione este perfil como amigo e deixe um recado informando que você quer o convite.

CORRÃO!

rosca rosa

3 de dez de 2009

Algumas extensões para tornar o Chrome melhor

chrome_icon Já faz algum tempo que estou usando o Google Chrome. De inicio estranhei um pouco, pois estava bastante habituado ao Firefox, mas depois de um tempo, percebi que o Chrome é sem dúvida um excelente navegador.

Ainda assim, senti muita falta das extensões do Firefox. Felizmente a última versão beta do Google Chrome já permite a instalação de extensões, que apesar de não serem em tão grande número como as do Firefox, são muito úteis e tornam o navegador melhor.

Antes de instalar qualquer extensão, você precisa baixar a versão beta do Chrome. Depois acesse o  site onde está a relação completa de extensões que podem ser instaladas no navegador em https://chrome.google.com/extensions . Abaixo, fiz uma lista das que eu achei melhores ou essenciais.

One Number
Seja avisado quando houverem novos e-mails no seu Gmail, feeds não lidos no Google Reader, novas mensagens no Google Wave ou no Google Voice, tudo isso com apenas uma extensão.
Google Mail Checker Plus
Uma extensão bastante completa para gerenciar sua conta do Gmail ou conta de e-mail do Google Apps. Avisa quando houverem e-mails na sua Caixa de Entrada e oferece opções para deletar, marcar como lidos e responder e-mails (dica do @F_Xavier)

MegaUpload DownloadHelper
Digite o captcha e deixe que esta extensão inicie o download automaticamente quando a contagem do MegaUpload terminar.

Brizzly 
Você utiliza o Briizly para ler e atualizar o seu Twitter? Pois acesse-o sem ter que visitar a página com esta extensão. O ponto forte do Brizzly é que ele mostra vídeos e imagens na própria interface, além de revelar as URLs encurtadas e permitir o upload de imagens.

RapidShare DownloadHelper 
Se você faz downloads no RapidShare use está extensão para baixar os arquivos sem ter de esperar aquela contagem chata terminar.

html2pdf
Gere arquivos PDF a partir de qualquer página com apenas um click. A única limitação é que esta extensão não funciona em páginas HTPPS.

gNote
Essa extensão pode ser bastante útil para quem usa o Google Notebook. Ela permite criar e editar notas em uma pequena pop-up a partir do seu navegador.

IE Tab Classic
Use esta extensão quando a página que você está visitando não funcionar corretamente no Google Chrome. Eu uso esta extensão para acessar o Internet Banking do meu banco, que só funciona corretamente no IE e no Firefox.

uTorrent for Google Chrome
Esta extensão adiciona o pequeno cliente de toorents uTorrent ao seu navegador

AdBlock Chromium 
Bloquei anúncios indesejados com está extensão.

Metrist - Twitter Client 
Entre todas as extensões para usar o Twitter no Chrome, essa é a melhor na minha opinião.

Migre.me 
Tenha um botão para encurtar automaticamente a URL da sua página atual com o Migre.me.

Essas são as extensões que estou usando no momento. Se quiser, sugira mais algumas nos comentários para que eu possa testar e colocar na lista.

1 de dez de 2009

Sobre livros e histórias infantis

momo Sempre gostei muito de ler e sempre tive uma paixão enorme por livros. Minha infância e minha adolescência foram especialmente recheadas da fantasia e da realidade dos livros que eu lia. Lembro até com um certo carinho de um dos primeiros livros infantis/juvenis cuja história realmente me envolveu, o livro se chamava Momo e o Senhor do tempo, de Michael Ende e contava a história de Momo, uma menina que era especial pois tinha a habilidade de ouvir. Mas não apenas escutar o que lhe diziam, mas realmente OUVIR, pois independente de entender ou não do assunto do qual lhe falavam, ela ouvia. Ouvir é uma coisa que fazemos muito pouco e que portanto, deveria ser ensinado desde a infância. Se fala muito em ouvir o que um filho tem a dizer, mas alguns pais se esquecem de ensinar seus próprios filhos a ouvirem. Uma sociedade onde todos falam e ninguém ouve acaba se tornando uma aberração.

Mas voltando a história de Momo, outro ponto que me fascinava era a narrativa que girava em torno da luta da protagonista (que não era bem uma luta, pois Momo era apenas uma criança) contra 'homens cinzentos', que queriam roubar o tempo das pessoas e guardar tudo para si. E quando os humanos tinham seu tempo roubado, passavam a fazer tudo muito rápido, porque o tempo que lhes era concedido era muito pouco. Para aproveitar o tempo, as vitimas de roubo do tempo acabam tornando suas atividades cada vez mais mecânicas, buscando sempre a máxima eficiência e o maior lucro. Não existia mais tempo para sentir prazer nos pequenos e grandes momentos, apenas uma necessidade desesperada para viver cada coisa o mais rápido o possível, para não se atrasar para o próximo momento a ser vivido.

Obviamente quando criança eu não entendi a lição que a história pretendia passar usando a metáfora dos ladrões de tempo, mas mesmo assim lembro de ter aprendido com essa história como o tempo jamais é absoluto e não passa na mesma velocidade para todos.

Momo e o Senhor do tempo com certeza influenciou positivamente o meu hábito de ler.

Não tenho certeza disso, mas tenho a nítida impressão de que quando eu era mais novo (o que não faz tanto tempo assim) os livros eram bem mais caros do que são hoje. Entrar numa livraria era prazeroso e ao mesmo tempo torturante, já que sabia que meus pais não podiam me comprar todos os livros que eu queria, e decidir qual eu iria levar e qual eu iria ter de esperar até o próximo mês, a próxima mesada ou a próxima data festiva para ter levava horas.

Infelizmente nem minha cidade nem minha escola tinham bibliotecas como as que vemos nos grandes centros urbanos, onde existem mais livros do que se pode ler em uma única vida, mas nem por isso deixava de visita-las pelo menos uma vez por semana.

Uma alegria foi ter descoberto os sebos e as feiras de livros, onde eu podia comprar muito gastando pouco. Sinceramente não entendo o preconceito que algumas pessoas tem com os sebos e os livros usados, já que livros não são como bens de consumo ordinários, que se gastam ou deterioram com o uso. Um livro velho, de folhas amareladas, pode valer tanto ou mais do que aquele best-seller novinho de capa brilhosa que se vê exposto em destaque nas maioria das livrarias.

Hoje estão na minha lista de leitura Isaac Asimov (ainda pretendo fazer um post sobre o autor), Uma Breve História do Tempo do Sthephen Hawking e O Anticristo de Nietzsche. Assim que puder, pretendo comprar os livros que completam a coleção de O Guia do Mochileiro das Galáxias, já que só li o primeiro até agora.
..
Dois bons posts sobre Momo e o Senhor do Tempo:
..
Fiz este post pois percebi que falo muito pouco de literatura e livros neste blog, o que é triste mas acaba sendo motivado por ter cada vez menos tempo para leitura.

Alguns links neste post são monetizados e servirão para mim testar o programa de afiliados do Submarino. E não, eu não me envergonho de monetizar meu blog.

14 de nov de 2009

Como ser um cara bacana ou uma mina legal na faculdade


pic.php Então você faz parte de minoria brasileira que tem acesso a um curso de nível superior? Paga todo mês com aquele seu dinheirinho suado as mensalidades de uma Renomada Instituição de Ensino Superior?

Como é que é?

Você achava que ser universitário era o suficiente para pagar pinta de cara bacana ou mina legal mas descobriu que não é bem assim?

Então leia abaixo algumas dicas de como aumentar sua popularidade na faculdade.

Reduza todas as palavras e termos possíveis…

Você precisa entender que caras bacanas e minas legais tem um jeito especifico de falar, reduzindo os termos e palavras ao máximo o possível. Então lembre disso: Você não vai para a faculdade, você vai para facul. Sua faculdade não fica nem em Belo Horizonte, nem em São Paulo e muito menos em São Leopoldo, sua faculdade fica em BH, Sampa e São Léo. Você não faz Jornalismo, Biomedicina ou Engenharia Elétrica; você faz Jornal, Bio, Elétrica etc.

Carros e peitos…

capo-do-carro-peitos Você é um cara? Então tenha um carro. Não tem carro? Pois trate de comprar um o mais rápido possível e coloque um som daqueles de arrebentar tímpanos na caranga.

Você é uma garota? Pois é melhor ter uma boa comissão de frente. Não tem peitão? Pois corra agora mesmo para aquela clinica que parcela cirurgia plástica em 24 vezes no cartão e coloque uns 500ml(em cada um dos melões, é claro).


Estudar não é essencial…

Não estou dizendo que você não precisa estudar absolutamente nada. Mas estudar realmente não é essencial. Com certeza você vai ficar bem mais popular jogando sinuca e bebendo no boteco que fica ao lado da faculdade com seus amigos, do que preso naquela aula de Calculo Avançado. Essa história de que o mercado de trabalho seleciona os melhores é pura conversa fiada daquele seu professor intelectualóide e fracassado. O mercado de trabalho seleciona quem tem as melhores relações e quem se integra melhor com o grupo.

A balada é seu destino…

Entenda que a faculdade é apenas um 'esquenta' para a balada da noite. Não importa se é Segunda-feira á noite, e você vai pegar dois ônibus e um trem para voltar para o seu quitinete, porque no outro dia tem que acordar cedo para ir trabalhar. Você deve sempre estar vestido como se fosse sair direto da faculdade para uma super balada, e tenha certeza que todos os seus colegas saibam disso.
baladinha_fail

Nunca se forme…

É sério. Você não precisa se formar; não vale a pena sair da faculdade. Então faça o mínimo de disciplinas possível (assim você economiza para comprar um carro ou colocar silicone), mude de curso várias vezes, envelheça na faculdade se for necessário, mas NUNCA, JAMAIS SE FORME. Se dedique a dominar o território enquanto for um universitário, porque não existe nada para você além da faculdade. Depois de formado, você vai ter apenas um empreguinho em algum escritório pequeno ou numa firma grande onde aquele seu ex-colega nerd virou seu chefe e fica o tempo todo te dando ordens.



Então essas foram apenas umas dicas de como se dar bem na faculdade. É claro que se você for um cara bacana ou mina legal não deve ter lido até aqui, afinal de contas, você não tem tempo de ficar lendo blogs que tem texto ao invés de imagens e vídeos engraçados (que é o que todos os blogs deveriam ter).

Um abraço e lhe desejo uma boa vida.

24 de out de 2009

Tirinhas: Nebulosa Nerd’s Bar

Então vocês não sabiam que um dos meu passatempos favoritos é procurar webcomics na internet?
Pois aqui vai mais uma que eu achei simplesmente fantástica. São as tirinhas do blog Nebulosa Nerd’s Bar:
borgs
Já deu para perceber que o tema das tirinhas é principalmente o mundo-nerd. O Autor, que se auto-denomina Cafe­tron, é físico e engenheiro ambiental. Muitas das tirinhas são sobre física e ainda se encontra alguma coisa relacionada a computação, tipo:
vicios
O Nebulosas Nerd’s Bar, além de tirinhas, também é um blog que vale muito a pena. Na verdade estou lendo agora.

#Recomendo

13 de out de 2009

Eu defendo e aprovo Aline

Aline Rede Globo Eu li em um blog por ai uma critica bastante azeda ao seriado Aline, que passa na Rede Globo, as quintas-feiras depois de A Grande Família. A justifica para criticar o seriado, é o fato de mostrar abertamente a relação de uma garota e seus dois namorados.

Algumas pessoas podem achar promíscuo uma garota com dois namorados, mas eu penso que isso é totalmente normal.

O politicamente correto é uma coisa muito estranha quando subvertido. A história de Aline e seus dois namorados não é original, afinal de contas, Jorge Amado já explorou o tema em um dos seus mais famosos romances: Dona Flor e seus dois maridos.

Acho que está na hora da pessoas perceberem a diferença entre uma relação promíscua e uma relação liberal. Na verdade, nem deveria existir o termo "relação liberal".

Toda relação é valida desde que seja saudável. E quem enche a boca para dizer que os valores de antigamente estão se degradando, deveria perceber que os valores de antigamente pregavam uma relação de submissão da mulher em relação ao homem.

E se você não assistiu ainda Aline, eu recomendo. O seriado é baseado no personagem Aline do Adão Iturrusgarai, de uma forma um pouco restrita, é claro. Aline é bobinha, engraçada, mulherzinha, com um roteiro meio desconexo, mas mesmo assim vale muito a pena. Se existissem mais programas assim na TV aberta, talvez a juventude brasileira não fosse tão estupida, inculta e reacionária quanto é hoje.

E só para vocês saberem, a Aline da Rede Globo é uma Santa comparada com a Aline original.

aline-2782

9 de out de 2009

Eu sou burro e confesso. Vamos ser burros juntos?

Brasileiro é um povinho muito burro mesmo!

E se você leu esta última frase e pretende correr para os comentários, para em mandar ir vender meu corpo nos EUA e deixar o seu amado e idolatrado país, leia o texto até o final, pois este post é para você mesmo. Prometo não te deixar mais burro do que já és.

Então como eu disse no título, sou burro e assumo, mas também vou aproveitar para assumir outra característica minha, bem odiosa por sinal: eu assumo meus defeitos abertamente, e as vezes assumo minha ignorância. Mas antes que você pense que sou um Santo Ignácio, quero explicar o porque de chamar este hábito de odioso.

Quando confesso meus defeitos, e os exponho abertamente, não estou falando só de mim, estou falando também de quem me cerca. É como uma grande piada, onde só eu percebo a graça. Explico para alguém os meus defeitos, mas na verdade estou explicando os nossos defeitos, e me divirto porque meu interlocutor não se apercebe que estou falando dele mesmo. O meu egocentrismo é grande demais para ser visto de perto, então cuidado, porque quando falar comigo provavelmente vou estar debochando de você, me fazendo passar por idiota até, só para rir de ti. Poisé, sou muito debochado e não tenho compromisso com nada mesmo.

Mas então eu estava falando que os brasileiros são burros. Obviamente como sou brasileiro, devo ser igualmente burro; a não ser que meus pais tenham me roubado de alguma maternidade argentina, porque ai seria uma mula completa.

Mas porque eu estou me assumindo burro?

Acho que um bom motivo é porque não lembro em quem votei para Senador nas últimas eleições. Sério! Isso deve ser muita burrice minha, porque o Senado Federal está cheio de crápulas e não consigo me lembrar em qual dos crápulas eu votei; com certeza não foi no ladrão alagoano e nem no coronel bigodudo - como já disse antes, não sou uma mula castelhana - mas então em quem será que foi?

Eu poderia ser um pouco chato e perguntar para cada um que reclama dos escândalos  políticos que assiste no Jornal Nacional, em quem votou para Senador, mas as pessoas não gostam de caras chatos. Então fazemos assim: eu digo que não sei em quem votei para Senador, reclamo das mazelas políticas que acontecem no Senado enquanto tomo uma cerveja no bar e nós fingimos que estamos falando só de mim. OK?

Ai poderíamos aproveitar e falar da educação dos nossos filhos. Eu não tenho filhos, mas como já estou desvelando meus defeitos, assumo talvez ter algum bacuri por ai, perdido em alguma bebedeira. Ai poderíamos falar de como antigamente os filhos obedeciam os pais, um ‘NÃO’ era um ‘NÃO’ e pronto! Naquele tempo existia autoridade, blá blá blá...

- Mas olha ali o Pedro Henrique rabiscando a parede! Que menino inteligente! Trás a câmera que nós precisamos tirar uma foto. Aproveita e trás uma lata de tinta, vou mostrar para o garoto como pichar o muro do vizinho, colocar a marca de MulequePiRAnhaSAnGueBom dele na propriedade alheia. E quer saber, pro inferno com tudo(!)... trás também um baseado, porque se não matou o papai, com certeza não vai matar o filhinho. Além do que, aquele cara em que eu votei ... qual era o nome mesmo(?)... mas então, esse cara garantiu que vai aprovar uma lei, para garantir que usuário de maconha não seja mais considerado criminoso.

Mas então eu estava falando de como sou burro, não é mesmo? É claro que é! E a máxima prova de minha estupidez, é que vivo cercado de coisas erradas, não faço nada para mudar e ainda finjo que tá tudo certo. Ou eu sou muito burro ou sou muito cínico. Mas cinismo é assunto para outro post...


matou a familia

imagem: Adão


Este post foi inspirado pelo texto A ONU provou hoje que o brasileiro é burro. Mas quem lê este blog é inteligente do André Forastieri e por uma excelente garrafa de vinho argentino - malditas mulas argentinas!

4 de out de 2009

Yoani Sánchez - um blog não é só um 'blog'

A Veja dessa semana (edição 2133 de 07/10/2009) trás uma entrevista com a blogueira cubana Yoani Sánchez. Mas chamar essa mulher de blogueira pode até ser ofensivo, dependendo de quem estiver lendo este texto, afinal de contas, nos acostumamos a ver o blogueiro como aquele cara bonachão ou aquela menina antenada com tecnologia, como aquela pessoa que sempre nos diz qual é o vídeo do momento no Youtube, qual o último hype da internet ou tece seus comentários ácidos e sofistas aos quais todos os outros blogueiros e aprendizes tecem  os seus melhores elogios ou as mais arraigadas criticas (fruto da inveja muitas vezes).

Yoani SánchezSeria mais correto dizer que Yoani Sánchez é mais que uma blogueira, e já expliquei isso neste post, e que seu blog, o Generación Y é bem mais que um blog, pois se mostra como um diário da vida cubana, como um retrato frio mas ao mesmo tempo cheio de poesia sobre como é a realidade nesta pequena ilha, meio esquecida do mundo, de onde escutamos muitas lendas e fantasias e muito poucas verdades.

Todos sabemos (e se você não sabe estou te contando agora) que a linha editorial da Veja deixa muito a desejar quando se trata da imparcialidade que se espera do jornalismo politico, mas mesmo assim, não deixo de acreditar nas verdades ditas por Yoani em sua entrevista.

Quando estava no Ensino Básico, tinha uma professora que afirmava que as escolas de medicina cubanas estavam entre as melhores do mundo e que muito disso era fruto da ideologia socialista aplicada ao ensino na ilha. Durante o Ensino Médio tinha um professor de história que ostentava com orgulho camisetas com a face de Che Guevara, pois afirmava que o mesmo tinha sido o maior herói da América Latina; pois acreditei nisso até saber que este mesmo Che tinha outras facetas, como por exemplo o de um frio assassino, que não hesitava em matar em nome de seus ideais políticos. Acho que se as pessoas conhecessem mais precisamente a história, seriam mais cuidadosas ao levantar bandeiras e ostentar símbolos.

Pois Yoani deixa claro em sua entrevista que muitas das ditas conquistas da revolução não passam de propaganda politica ou histórias de um passado quando a extinta União Soviética injetava recursos no país. Existem sim boas escolas de medicina, mas a carreira de médico é bem pouco atrativa nos dias atuais, a situação dos hospitais e da saúde pública é tão lastimável que fariam qualquer brasileiro amar aquela fila do SUS que eventualmente tem que enfrentar para conseguir uma consulta.

No fim das contas, o governo cubano é apenas o mais do mesmo que vemos em todos os governos sul americanos: corrupção, ideologias, messianismo politico e tudo isso coberto com uma capa socialista e cercado por um muro que isola seus habitantes do resto do mundo.

São exemplos como os da Yoani que me fazem, de vez em quando, deixar de lado assuntos mais crassos, como a bunda da Juliana Paes, para tratar de assuntos mais sérios. Porque a maioria dos cubanos pode até nem saber o que é um blog, pois a internet é praticamente proibida a população, mas um dos melhores e mais respeitáveis blogs que conheço é escrito em Cuba e sobre Cuba.

 

… . . .. ….. … .. … . …. . . . .. .. . .. . .… . . .. ….. … .. … . …. . . . .. .. . .. . .… . . .. ….. … .. … . …. . . . .. .. . .. . .

Yoani foi entrevistada pela Veja em ocasião de ter sido convidada a falar no Senado brasileiro e a comparecer ao lançamento de seu livro De Cuba, com Carinho (Contexto), em São Paulo, a permissão do governo para que ele participe destes eventos provavelmente será negada, como todas as outras que ela já pediu. Você pode ler a entrevista da Veja aqui (acho que precisa de cadastro)

Existe também uma versão traduzida do Generación Y para o português.

21 de set de 2009

Sapiranga Digital entra em funcionamento


Informações, dúvidas  e para entrar em contato visite o site oficial do Sapiranga Digital em http://www.sapirangadigital.net.br/

Este blog não possui nenhuma ligação direta com o projeto

Já tinha falado sobre o Sapiranga Digital aqui e aqui, mas para quem não sabe – e muita gente não sabe o que se passa nessa pequena cidade gaúcha – o projeto que pretende levar conexão a internet a pessoas de baixa renda foi lançado no último sábado (09/09) e abriu as suas inscrições nesta segunda-feira (21/09)

Recebi sexta-feira o seguinte comentário no blog:

Sábado dia 19/09 ocorre a inauguração do projeto! O cadastro se dará a partir de segunda-feira, mediante assinatura do termo de uso, comprovante de endereço e CPF.
Lembrando que o acesso é GRATIS, priorizando cidadãos de baixa renda e limitado a 20KB/s...
Assim os provedores terão margem mais que suficiente para vender seus serviços.
A proposta não visa a concorrência, mas a inclusão digital.
Cordialmente, CPD de Sapiranga.
\m/

Ou seja, quem quiser já pode se cadastrar para receber os sinal pelo site Sapiranga Digital - que aliás ficou muito bem feito.

Apesar de no texto acima ter sido indicado que a velocidade oferecida seria de 20KB/s, no site da prefeitura a velocidade oferecida é de 300 KBPs por estação, que seria dividida entre quem estiver conectado - e agora eu me perdi nas nomenclaturas.

Hoje (21/09), recebi o comentário do senhor Henrique Korndorfer neste post:

Pois é, galera. Há mais de um ano que este post foi aberto no blog! Tivemos muito trabalho nesse período: pesquisas, testes de banco de dados, qualidade de acesso, licitações revogadas... Mas valeu a pena! O projeto está lançado e o cadastramento é na Praça da Bandeira, sala 3. Maiores dúvidas favor acessar o site do projeto.
Quem ainda não tem cadastro, mas tem o sinal de rádio, pode acessar os serviços da Prefeitura na Internet: www.sapiranga.rs.gov.br e www.sapirangadigital.net.br

Não tenho muito o que falar do projeto, até porque ainda não tenho muitas informações sobre o mesmo, mas queria dar os parabéns ao diretor de Informática da Prefeitura de Sapiranga, Ezequiel Fonseca, e aos idealizadores do projeto, dos quais não disponho de todos os nomes.

Com certeza alguns críticos podem alegar que os 150 mil gastos na implementação do mesmo poderiam ser melhores aplicados em outras áreas ou problemas que precisam ser solucionados em Sapiranga; pessoalmente acredito que Sapiranga está muito a frente de outras cidades no que tange a infra-estrutura pública; não discordo que existem vários pontos que deveriam receber mais atenção, mas isso não desmerece o projeto, até porque ele garantirá mais do que acesso a internet a população de baixa renda, mas garantirá acesso a informação e a socialização através da rede – e digo isso mesmo não sendo muito simpático nem a situação e muito menos a oposição sapiranguense.

Espero que os administradores da rede sejam efetivos em implementar os devidos bloqueios, pois sem nenhum controle, o mal uso da rede é quase óbvio.

Quem quiser se cadastrar para receber o sinal de internet deve se dirigir a Praça da Bandeira, sala 3 e não se esqueçam de acessar o http://www.sapirangadigital.net.br/ para conferir todas as informações pertinentes ao projeto.

16 de set de 2009

E se os vídeo games fossem mais parecidos com a realidade…

Algumas imagens mostrando como seria alguns games se estes fossem mais próximos da realidade.

image Carregar todas aquelas armas só é fácil nos jogos mesmo

imageE eu que não consigo nem jogar no expert

 

image Com certeza você levaria bem mais tempo para completar as fases.

 

image Se você já foi no zoológico e visitou a jaula dos macacos vai entender (sim, eu sei que ele é um gorila)

 

imageJá  joguei muito Duck Hunt e acho que o jogo ficaria bem mais interessante assim

 

image Leva o carro e já negocia uma divisão do valor do seguro

 

image Porque dar cabeçadas em tijolos flutuantes não é uma boa idéia

 

image Até o terceiro round eles já devem estar em coma

 

image Existe Dr 90210 nos games?

 

image Esqueça a sua vida sem sentido e vá viver a vida sem sentido de um avatar

 

3182  Bem mais fácil, sem dúvida.

 

Estas imagens foram kibadas retiradas de If Video Games Were Realistic | Cracked.com, acesse lá e veja outras imagens, inclusive algumas que sinceramente eu não entendi.

14 de set de 2009

Famosos ... fiquem longe do Twitter



Talvez você entenda melhor este post vendo isto antes e assistindo o vídeo.


Surge aquele efeito especial de super-nova na TV, meu pai reclama que preferia quando tinha aquela mulher pelada saindo da água.

Patricia Poeta - Hoje, aqui no Fantástico, você vai conferir um entrevista emocionante com um dos maiores apresentadores do Brasil.

Tadeu Schmidt - Luciano Huck revela com exclusividade para o Fantástico a sucessão de eventos que o levaram a apagar o seu perfil da rede social de micro-blogs Twitter (fala Twider).

Patricia Poeta - Eu falei com Luciano Huck e ele me revelou os bastidores desse mundo, que a cada dia, atrai e vicia mais gente.

Corta para o inicio da reportagem, cadeiras brancas em um lugar com muito sol.

Patrícia Poeta - Então Luciano, primeiramente eu queria te agradecer por abrir a sua casa e o seu coração para o Fantástico, principalmente nesse momento, tão difícil para você.

Luciano Huck - Eu é que agradeço pela visita e ... pela oportunidade de falar um pouco sobre o que aconteceu comigo e ... alertar outras pessoas para o perigo que está ai e ... as vezes as pessoas não percebem...

Patrícia Poeta - Então Luciano, vamos começar falando sobre como você se envolveu com o Twitter? Como você entrou nessa rede?

Luciano Huck - Acho que tudo começou por influência de alguns ídolos americanos meus. O Ashton Kutcher, por exemplo, sempre participou bastante do Twitter, abertamente inclusive ... na verdade ele se mostrava orgulhoso de quantidade de seguidores que ele tinha.

Patrícia Poeta - Você estava buscando obter fama com o Twitter então?

Luciano Huck - Não sei se era exatamente fama que eu buscava. Talvez fosse mais uma fuga; uma tentativa de mostrar para as pessoas, um lado meu que a grande mídia ou o público não conheciam

Patrícia Poeta finge que a resposta de Luciano não quer dizer exatamente que ele entrou no Twitter pela fama.

Patrícia Poeta - E quando você percebeu que o Twitter estava te afetando negativamente?

Luciano Huck - Perceber isso foi especialmente difícil. Acho que o momento em que eu percebi isso, foi quando eu sorteei entre os meus seguidores ... porque no Twitter os usuários que lêem o que você escreve se chamam seguidores ...; foi quando eu sorteei entre os meus seguidores, quase toda a minha coleção de iPhones ... inclusive um, estilizado com a marca Dolce & Gabana, que era um dos meus favoritos.

Patricia Poeta - Algum amigo ou parente percebeu o que estava acontecendo com você? Alguém tentou ajudar?

Luciano Huck - Simmmm. Vários amigos tentaram me alertar que eu estava comprometendo a minha saúde, o meu bem estar e a minha vida naquilo. Eles me aconselhavam a parar um pouco; porque, inclusive,  eu tinha ataques nos dias em que a taxa de crescimento dos meus seguidores no Twitter caia.

Patrícia Poeta - E você aceitava esse conselhos?

Luciano Huck - Não porque eu estava fascinado por aquele mundo, por aquela audiência, porque o Twitter te faz se sentir bem. Estar no topo do Twitter te faz sentir bem. Claro que as vezes também me fazia sentir mal. Ouve um dia que o Twitter limpou das listas de seguidores todos os bots e perfis de spam ... nesse dia eu perdi vários seguidores ... eu fiquei tão abalado com isso ... que me tranquei no banheiro e fiquei lá! Por cinco horas!

Patrícia Poeta - E hoje, como você está? Como o Luciano vê a relação Luciano/Twitter hoje?

Luciano Huck - Eu tive que passar alguns dias em uma clinica em Miami, para viciados em Twitter e ... que eu acho que também atendia viciados no Facebook; e hoje eu posso dizer que sou um outro homem, totalmente livre do vício, uma pessoa feliz e pronta para viver uma vida de verdade, plena e não uma vida falsa ... online.

Patrícia Poeta - Bem Luciano, eu queria agradecer novamente por esta entrevista e te desejar boa sorte nesta sua nova fase.

Luciano Huck - Eu é que agradeço Patrícia e só para finalizar, eu gostaria de dizer que não estou aqui para levantar bandeiras, até porque cada um sabe o que faz da sua vida, mas eu estou aqui para mostrar que o vício no Twitter, que a cada dia aumenta mais no Brasil, é um problema que pode ser resolvido, com muito apoio e muita força de vontade.

Fim da reportagem


Meus pais ficam na sala, mudam o canal para assistir o Silvio Santos.


Eu vou para o meu quarto, prometendo que o próximo Twitt vai ser o último da noite ... ou talvez só mais dois ... afinal de contas, preciso avisar todo mundo que vou dormir ... 



Caso você não tenha percebido este texto é ficcional

1 de set de 2009

Tudo que você não precisa saber sobre a gripe suína


Não semana passada pude viver uma experiência interessante e tudo começou com alguns sintomas comuns de resfriado. Não sei exatamente de onde veio, só sei que chegou bem rápido e passei um final de semana bem desagradável com dor, febre e tosse.

Até ai tudo bem, como sempre negligenciei minha saúde ( não aceito muito bem o fato de ficar doente) e levei numa boa, tomando os remédios comuns para tratar os sintomas de resfriado. Na Segunda-Feira já me sentia bem melhor, apesar de ainda ter tosse e ter a impressão de que minha respiração estava um pouco pesada. Até o final do dia não percebi o que estava acontecendo, já que não faço nenhum tipo de esforço físico no meu trabalho, mas ao final do dia, quando fui dar uma leve caminhada, do local onde trabalho até uma garagem próxima, percebi que o ar parecia sumir dos meus pulmões.

Eu não sei ficar doente, não sei me tratar direito, não sei aceitar que tem alguma coisa errada comigo, mesmo que isto esteja muito claro. No entanto, a falta de ar foi um alerta contundente, que me fez resolver visitar um médico no dia seguinte. Só posso dizer que tive sorte sorte de não ter piorado muito durante a noite.

No outro dia a falta de ar se tornou constante, o que me fez perceber que a prioridade era mesmo visitar o médico. Então lá fui, na minha ilusão que ele me daria algum remédio, que faria sumir instantaneamente a falta de ar, e me liberaria para seguir minhas atividades normalmente ao longo do dia.

Minhas ilusões começaram a cair por terra quando o médico colocou o estetoscópio em mim, fez uma cara de WTF e me mandou imediatamente tirar um raio-X dos meus pulmões. Depois de tirar o raio-X, levar para o médico, ver mais uma cara de WTF, ele apontou a chapa, mostrando que tinha alguma coisa no meu pulmão - eu fazendo aquela cara de quem está estendendo  tudo – e me disse que eu não tinha condições de trabalhar, que tinha que ficar em repouso por alguns dias e tomar alguns antibióticos com nomes quase impronunciáveis – que vieram comprovar minha teoria de que os remédio com nome complicado são sempre mais caros. Diagnóstico: pneumonia.

Ao invés de uma remedinho milagroso, eu sai do médico com um receita gigante e um atestado de afastamento do meu trabalho.

Por um momento, até achei legal tirar uns dias de folga, mas ao longo do dia percebi que meus dias em casa não seriam tão ‘folgados’. A principio achei exagerada a recomendação do medico de que eu deveria começar a tomar os remédios o quanto antes, mas depois de algumas horas, quando descobri que não consegui movimentar um musculo sem ter a sensação de que estavam enfiando minha cabeça dentro de um saco plástico, comecei a ficar bem mais simpático em relação aos remédios.

Mas porque escrever aqui no blog um post tão pessoal, coisa que não costumo fazer?

image Resolvi escrever este post porque a alguns dias foi anunciado que o Brasil já é o país que mais registra mortes por gripe suína no mundo. Resolvi escrever este post porque, apesar de relatar uma série de sintomas para o médico, percebi que em nenhum momento ele tocou no assunto da gripe suína. Resolvi escrever este post porque percebi que, hoje, no Brasil, um médico, seja do serviço publico de saúde ou particular, não tem condições de diagnosticar a gripe suína, principalmente porque o Ministério da Saúde definiu que não seriam feitos mais exames para detectar a nova gripe – duvida? Olha aqui então (resposta 13).

Depois de pesquisar na internet e falar com outros médicos, descobri que a gripe suína se assemelha muito a gripe comum, o que dificulta o seu diagnóstico. Também descobri que a maioria das pessoas contaminadas, vão se curar criando anticorpos para se proteger do novo vírus – sem tomar Tamiflu inclusive – e essa pessoas passarão a ser imunes ao vírus.

O perigo são justamente as pessoas que já tem problemas de saúde ou um sistema imunológico deficiente. Essas pessoas correm um sério risco, pois a gripe age muito rapidamente no organismo humano e ninguém tem nenhuma defesa contra ela – ao contrário da gripe comum, para a qual já existem vacinas a um bom tempo.

Usar mascara e evitar aglomerações são meros paliativos. A única forma eficaz de combater o vírus que eu percebo é bem simples: você apresenta sintomas? Fique em casa. Evite contaminar outras pessoas com o que você tem, seja lá o que for. Claro que essa atitude poderia causar problemas para algumas pessoas; nem todo empregador aceita pacificamente dar uma semana ou até mais de folga para um funcionário porque ele está gripado. Pois é ai que o governo deveria agir, incentivando trabalhadores a exigir um período de folga enquanto estão doentes.

Acontece que a administração pública no Brasil tem um sério problema com gerência de recursos e é bem deficiente na hora de realizar medidas efetivas. Não estou dizendo que o governo não está fazendo nada, porque ele está; mas não posso deixar de perceber que, o que está sendo feito, está surtindo um efeito muito aquém do necessário.

Durante os dias que fiquei em casa, pesquisei muito sobre a gripe suína, tanto que devo saber quase tudo que se há para saber sobre ela; mas a única coisa que eu não consigo saber é: eu fui contaminado?

 

 

imagem

21 de ago de 2009

Dicas Blogger: dois anos melhorando a blogosfera


O Dicas Blogger da Juliana Sardinha está completando dois anos de existência, mas para mim parece que ele existe á muito mais tempo.

A primeira vez que ouvi falar da Juliana foi por uma indicação (que se não me engano, foi dada pela Iara). Estava tentando modificar o meu layout e tendo pouco sucesso (algumas coisas nunca mudam), ai me disseram que tinha uma moça muito simpática que fazia templates para o Blogger, escrevia tutoriais, disponibilizava hacks e respondia várias duvidas no seu blog ao mesmo tempo que vestia, abrigava e alimentava os pobres, tipo uma Madre Tereza entre os usuários do Blogger.

dicas_bloggerEntão fui conhecer o dicasblogger.blogspot.com. Me surpreendi pela qualidade dos templates que a moça fazia. Nada daquelas coisas berrantes e com backgrounds parecendo penteadeira de p**** que eu via por aí. Ela fazia templates limpos, profissionais e com tudo no lugar que deveria estar.

Usei os templates da Juliana Sardinha por muito tempo, principalmente pela facilidade de customiza-los. Também sempre tive o Dicas Blogger nos meus feeds, para poder aproveitar os hacks e dicas que ela dava para acrescentar recursos ao blogs hospedados no Blogspot.

Quem usa o Blogger, sabe que ele não tem nativamente muitas opções de ferramentas, mas nos permite usar alguns truques para torna-lo mais funcional.

A Juliana é o tipo de blogueira que torna a blogosfera um pouco melhor, não simplesmente por ser uma meta-blogueira, mas principalmente pela seriedade que dedica ao trabalho que faz.

E para provar que o Dicas Blogger já virou uma instituição – embora eu não tenha certeza que a doutora Juliana concorde comigo –, o blog vai fazer aniversário, mas os leitores é que vão ganhar os presentes. Depois de ler os meus concorrentes, eu perdi um pouco da esperança de ganhar o prêmio principal, mas quem sabe não faturo alguma coisa no sorteio.

Leia mais sobre a promoção aqui.

Fica a dica: precisa aprender mais sobre como usar o Blogger? Visite o Dicas Blogger.

20 de ago de 2009

Blogger comemora 10 anos


image Dia 23 de Agosto de 2009, o Blogger, um dos primeiros sistemas de blog gratuitos, comemora 10 anos. Poucos são os serviços web com uma idade tão avançada, ainda mais entre os que oferecem todos os seus recursos gratuitamente.

O Blogger sem dúvida atingiu a maturidade a um bom tempo e vem cada vez mais melhorando a sua qualidade como ferramenta.

Não escondo que o Blogger é minha ferramenta favorita de blogs; mesmo depois de testar outras, como Wordpress, b2Evolution, Drupal, percebo sempre que nenhuma delas consegue reunir facilidade, custo e qualidade da forma que o Blogger faz. Já até escrevi um post explicando porque escolhi o Blogspot.

Se engana quem pensa que não é possível ter um blog de qualidade no Blogspot. Talvez blogs profissionais demandem alguns recursos que exijam outro CMS mais flexível, mas só porque um blog não é profissional, não significa que ele não seja bom.

O Sérgio Estrela do IceBreaker fez um post mostrando as possíveis melhorias da plataforma Blogger, baseado em uma página que o Google forneceu á algum tempo, para que os usuários colocassem sugestões de novos recursos e votassem nas sugestões que mais lhe agradavam. Se apenas alguns daqueles recursos forem implementados, a plataforma como um todo irá dar um grande salto de qualidade.

Ainda sobre os novos recursos do Blogger

O Google oferece a alguns usuários do Blogger acesso a novos recursos da plataforma para que os mesmos os testem antes de serem lançados oficialmente. Nunca escondi que eu era um desses beta testers (principalmente no Twitter e nas listas de discussão), como também sempre deixei claro que uma das condições para se ter acesso aos recursos era não divulga-lós antes do lançamento oficial.

Obviamente sei muito pouco sobre o que a equipe do Blogger está preparando, mas posso afirmar que alguns dos novos recursos (os que estou testando, pelo menos) serão bastante interessantes, principalmente para os usuários iniciantes ou pouco familiarizados com a plataforma. Tudo indica (e agora estou dando um chute) que o Blogger ficará cada vez mais integrado com outros serviços do Google.

E antes que me perguntem: eu não sei eles pretendem lançar um novo formulário de comentários.

Porque o Google não libera as novas funcionalidades do Blogger para meta blogueiros?

Estava discutindo sobre este assunto no Twitter com o Marcos Lemos, a Juliana Sardinha e a Mary Guimarães e a única resposta que posso dar é: não sei.

Até onde sei, o único motivo para ser escolhido como beta tester era o fato de, sempre que possível, ajudar outros usuários da plataforma nos fóruns oficiais do Google.

No entanto, graças a estudar Computação e trabalhar na área de desenvolvimento de software, posso entender porque não seria interessante liberar os novos recursos para meta blogueiros.

Colocar usuários reais para testar uma ferramenta é o tipo de coisa que se faz quando queremos testar a usabilidade da mesma. Quando você quer submeter uma nova ferramenta ou software a testes de usabilidade, não é correto concentrar os testes nos usuários mais avançados, pois estes terão uma maior facilidade de lidar com o objeto do teste. Os testes com usuários, devem ser focados sempre no usuário comum, que é aquele que será capaz de apontar as falhas de usabilidade que a equipe de desenvolvimento e a equipe de testes não descobriram; que terá dificuldade de usar algum recurso da ferramenta porque a forma como deve faze-lo não não está suficientemente clara.

Pode parecer mais interessantes colocar usuários avançados para fazer os testes, mas para este tipo de coisa, existem equipes profissionais dentro das empresas de desenvolvimento, e o Google não deve ser uma exceção.


Agora é esperar para ver se o Google vai mesmo implementar os recursos sugeridos pelos usuários e, independente dos problemas que tivemos com o Blogger nos últimos meses, não pretendo tirar meu blog daqui tão cedo e nem abandonar o subdomínio blogspot.

18 de ago de 2009

A cara das redes sociais (cartoon)

Como seriam as caras da redes sociais de elas fossem personagens de um cartoon:

 

personagens_cartoon_redes_sociais

personagens_cartoon_redes_sociais

 

 

Kibei a imagem daqui. Não descobri o autor, quem souber me informe.

14 de ago de 2009

Blogueiros que não podem reclamar de plágio


O que mais eu vi na blogosfera essa semana foram posts sobre plágio. Foi um tal de '-Vou te processar! '- Quem você pensa que é?' '-O blog é meu e eu escrevo o que EU quiser!'.

Na verdade plágio é assunto na blogosfera desde sempre. Blogueiros são animais sensíveis, alguns inclusive são como peixes exóticos, que não gostam que batam no aquário; e se baterem demais, no outro dia eles vão estar boiando de barriga para cima, depois de ter escrito um post sobre como ficaram desiludidos na blogosfera (claro!).

No geral acho plágio uma sacanagem, o tipo de coisa que nenhum blogueiro merece, é quase como um estupro intelectual - falei que blogueiros além de exóticos podem ser bem exagerados nos seus argumentos e figuras de linguagem? - mas tem alguns que não tem o direito de reclamar de plágio - apesar de mesmo assim reclamarem.

Na minha opinião, são eles:

O blogueiro poeta

... mas não todos os blogueiros poetas. Estou falando daquele cara que se acha gótico mas que só pode ser gótico nos finais de semana, porque durante a semana trabalha de assistente administrativo em um escritório de contabilidade; daquela dona de casa que já leu todos os livros de romance da banca de jornal; daquela pedagoga que não consegue controlar seus alunos da terceira série. Mas quando estes seres chegam na frente do computador, colocam todos os seus sentimentos, desilusões, anseios no seu blog em forma de poesia.

Esse é aquele blogueiro que até semana passada estava reclamando que ninguém lia as belas poesias que ele/ela escrevia, mas quando descobre que alguém copiou uma de seus atentados á moral artística literária, tem um chilique como se tivessem lhe roubado um Nobel de Literatura.

Por favor meu caro poeta de blogspot; o plagiador quase lhe fez um favor copiando o seu texto, nunca mais você poderá reclamar que ninguém lê suas obras de arte em forma de poesia. Talvez você até tenha sorte e o blog do plagiador tenha mais visitas que o seu - o que não seria nenhuma surpresa.

O blogueiro postador de vídeos

... então você encontrou um vídeo muito legalzinho - tipo aquele do gato brigando com a impressora - e postou no seu blog. Mas como você é um blogueiro muito original, sempre acaba sendo vitima de plágio e alguém posta dois dias depois o mesmo vídeo.

Por favor, cresça minha criança orkuteira. Você não pode acusar alguém de plágio só porque postou o mesmo vídeo que você. Plágio envolve cópia de conteúdo original e criativo; então, a não ser que você tenha perseguido o gato da sua vó com uma câmera e uma impressora - recomendo HP, são as mais barulhentas e perfeitas para criar desafetos com gatos - o vídeo que você postou não te pertence, logo, não pode reclamar de outro blogueiro posta-lo.

O blogueiro piada velha

...você adora postar piadas no seu blog, afinal de contas o principal objetivo da internet são a pornografia e os sites de piadas, e quando não lembra exatamente como é uma piada, reescreve ela do seu jeito. Um mês depois, vê sua piada em outros 887 blogs e sai reclamando com Deus e o mundo. Por favor amigo, você já escreve para um público totalmente fanfarrão e ainda quer reclamar quando fazem fanfarronices contigo. E além do mais, site de piadas são coisas dos primórdios da internet. Se quiser uma coisa que nunca sai de moda, recomendo a boa e velha pornografia.

Claro que eu não tenho nada pessoal contra piadistas. Eu mesmo conto umas piadas de vez em quando, tipo aquela do pinto manco que foi ciscar e caiu - eu disse que conto, não que minhas piadas eram boas.

O blogueiro pirateiro

... então você foi plagiado? Roubaram sua criação? Estão usando uma coisa que você teve um baita trabalho para desenvolver? Mas que tal, antes de falarmos sobre plágio, conversarmos sobre o Windows que o teu primo - entendido de computador - instalou para ti; e a licença do Photoshop que tu usa; isso sem falar do Office e daquela sua pasta de eBooks e revistas que você baixou naquele blog de tudo down, só down, rei do down e síndrome de down que você sempre visita.

Criamos uma geração onde o 'todo mundo faz' legaliza qualquer ação, seja essa criminosa, imoral ou anti-ética - alguém além de mim lembrou da situação do Senado agora?

Piratear software não é plagio, mas é roubo; você está usando o trabalho de outra pessoa ou empresa sem pagar por isso. Eu sei que 'dois erros não fazem um acerto', mas se vamos começar a citar ditados populares, não esqueçamos daquele que afirma que 'ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão'. E antes que você pergunte, meu Windows é original e uso o Gimp.

..


Se quiser ler alguma coisa sobre plágio que valha realmente a pena, leia a seção Direitos Autorais do blog Dicas Blogger da Juliana Sardinha, a única blogueira que conheço que conseguiu ter um post seu sobre plágio ... plagiado.

13 de ago de 2009

E pensar que eu não gostava da TV aberta


Sempre afirmei aqui no blog no Twitter que abomino a programação da TV Aberta. Faustão, Silvio, Gugu e CIA realmente me dão azia.

Mas isso mudou desde que o santo bispo Edir Macedo montou sua igrejinha e uma emissora de TV para competir com a Globo.

Não sei se foi desespero da Globo, mas tenho um amiga que afirma que jornalismo tem que ser factual; não concordo com ela, mas acredito que jornalismo NUNCA pode ser tendencioso e a Globo fez isso descaradamente no Jornal Nacional.

 

 

 

A Record acusou a Globo de dedicar 10 minutos do seu mais importante tele-jornal simplesmente para acusar o bispo e como resposta … dedicou 10 minutos do seu principal tele jornal para atacar a Globo.

 

 

 

Acredito que qualquer pessoa um pouco menos alienada que a maioria, sabe que a Globo manipula a informação conforme melhor lhe convém, e que o bispo Edir Macedo abusa da ignorância de milhares, senão milhões de pessoas, para conseguir dinheiro.

Ninguém ganha com essa briga, senão os telespectadores, que adoram um barraco; e se o barraco for entre tubarões, melhor ainda.

 

 

Vídeos via @chrisvidoto

12 de ago de 2009

Guitar Hero com Cubo de Kubrick - nerd extreme


Se você acha que passar o dia jogando Guitar Hero ou resolvendo Cubos de Kubrick são coisas de nerd, o que você me diz de alguém que consegue fazer as duas coisas ao mesmo tempo.




Tá certo que o cara não conseguiu pegar todas as notas, mas como eu não consigo jogar Guitar Hero além do nível medium e muito mesmo resolver um Cubo de Kubrick, acho que não posso criticar.

28 de jul de 2009

Pepsi versus Coca-cola


Talvez você não saiba, mas a Pepsi está modificando o seu logo. O objetivo é passar uma imagem mais jovem e … bla bla bla … papo de publicitário que ninguém dá bola … bla bla bla.

O que eu queria mostra é a evolução do logo da Pepsi em relação ao logo da sua maior concorrente, a Coca-Cola.

pepsi_versus_coca-cola

Poisé, tem coisas que é melhor não mudar, principalmente se você acerta de primeira. Se bem que o primeiro logo da Pepsi era uma droga.

 

 

Achei no Digg mesmo.

27 de jul de 2009

Cliente para Twitter de antigamente


Nunca mais vou reclamar quando o TwitterFox trancar ou quando sentir falta de recursos no Twippera.

twitter_de_antigamente

 

 

 

referência: aqui que kibou daqui.




..

21 de jul de 2009

Políticos e Blogs: quando não debocham da opinião pública, tentam cala-lá.


censorship_CpinK_3868 Acredito que existem políticos descentes nestes país, mas duvido que este possam fazer um bom trabalho quando estão cercados de corruptos e ‘mamadores das tetas’ do poder público.

Enquanto alguns desses políticos corruptos, que não escondem os abusos que cometem no exercício dos seus cargos e afirmam com todas as letras que estão se lixando para a opinião pública, outros preferem calar a opinião pública com ameaças e abusos.

Não conhecia o Cássio Augusto e nem o blog dele, só vim a conhece-lo através de um apelo feito na lista Blogosfera. A mensagem que recebi informava que o Cássio estava sendo processado por autoridades politicas do DEM (DEMOCRATAS!?!) de seu município, Nova Londrina.

Motivo? Esses políticos não estavam satisfeitos com as criticas feitas a sua administração no blog do Cássio.

É claro que vivemos em um país democrático, onde os cidadãos tem o direito de expressar suas opiniões, onde opinião não pode ser confundida com difamação e onde todos tem o direito de cobrar uma boa administração de seus eleitos e de seus dirigentes. Obviamente o DEM (DEMOCRATAS!?!) não se envergonha de manchar o nome de seu partido (DEMOCRATAS!?! POR FAVOR!!!), colocando contra a parede um blogueiro que não pretende nada além de exercer seu direito de cidadão, ao emitir suas opiniões sobre a administração pública de sua cidade para quem quiser ouvir (ou ler).

É claro que esses políticos não tem idéia do que é a blogosfera, talvez nem conheçam muita coisa sobre internet e muito menos saibam que a voz do povo nunca teve tanto poder, desde de que  algumas pessoas se deram conta de que podiam compartilhar suas opiniões através da grande rede.

censorship2Esses políticos estão tentando cercear a liberdade de expressão do Cássio, tentando oprimi-lo, certos de que ninguém os impediriam de se voltar contra um blogueiro que está longe dos grandes veículos de mídia.

Talvez eles estejam certos, mas eu prefiro pensar que não. Estou publicando este post para registrar a minha admiração pelo Cássio, que se recusou a revelar suas fontes aos políticos e quando questionado sobre a possibilidade de remoção do processo, caso submete-se todos os seus artigos a avaliação da prefeitura (alguém abriu a porta dos porões da ditatura?) também o recusou, mesmo sabendo das consequências as quais poderia estar sujeito ao bater de frente com o tipo de gente com quem está lidando

Você pode ajudar fazendo um post no seu blog falando do assunto e linkando o blog do Cássio e outros blogs que publicaram textos sobre o mesmo. Não tem blog? Use o Twitter, o Orkut, o MySpace, conte para sua mãe, para a vizinha, enfim… sei lá; só sei que o nosso silencio só fortalece os corruptos e que, se somos um povo sem memória politica, pois então armazenemos tudo em um local de fácil acesso quando precisarmos: na internet.

Entenda o caso no post escrito pelo Cássio ‘ Processo contra este Blog

Leia mais nos blogs:

Visão Panorâmica

Lei & Ordem

Puts!Grilo.com

13 de jul de 2009

Anjos e Demonios & Fanboys

Já que este blog anda meio parado, e minha criatividade fez a viagem do corvo, vou aproveitar o espaço para recomendar o que eu assisti no final de semana, começando por...

Fanboys

Passou o tempo em que os nerds só queriam ver filmes do Cine Privê e de jovens orientais vestidas de colegiais. Agora os nerds querem ver a si próprios no cinema e na TV (pelo menos enquanto dão um tempo no hentai).

Fanboys basicamente é isso: nerds de quadrinhos, que muitas pessoas considerariam como um bando de fracassados, buscando realizar o sonho de muitos fãs de Star Wars: invadir o rancho de George Lucas para ver o próximo filme da saga Star Wars antes da estréia.

Ver o filme antes de todo mundo seria motivação suficiente para qualquer fã cometer alguns pequenos delitos, mas para tornar o filme um pouco mais comercial, os roteiristas resolveram encaixar um pouco de drama na história, inventando um câncer que mataria um dos personagens antes da estréia do tão esperado filme.

Dêem uma olhada no trailer oficial (sem legendas). Acho que a maioria das piadas boas deste filme foram colocadas no trailer, então você pode se decepcionar se ver o filme inteiro logo em seguida.



Neste final de semana eu também assisti no cinema Anjos e Demônios (mas só porque a Bruna me indicou, já que eu não sou muito fã de Dan Brow).

O filme não é nem melhor nem pior do que O Código da Vinci, mas com certeza não vai fazer tanto sucesso, já que no outro, o espectador mediano saia do cinema (ou da frente da TV) achando que lhe tinham sido reveladas todas as verdade sobre a Igreja Católica e sobre a história de Jesus. Apesar do autor afirmar que a obra era ficção, muita gente vinha alegremente me contar como eu havia sido enganado minha vida toda sobre a história da religião na qual fui batizado e que, na verdade, Maria Madalena era mulher de Jesus e mais um monte de outras coisas que alguns historiadores e cientistas renomadas passam a vida tentando descobrir, por não saber que todos os segredos da história estão no cinema mais próximo, com uma pipoca pequena de brinde.

Não posso dizer que não gostei do filme, na verdade, achei ele bem interessante até a metade, que desconsiderando o que foi falado de antimatéria, se desenrola em um clima de suspense muito cativante. Depois da metade, parece que os editores resolveram correr para terminar a sequência com o máximo de revelações e reviravoltas o possível e acabaram estragando bastante o enredo.

No geral, gosto dos filmes dirigidos pelo Ron Howard, principalmente os últimos, que tem uma atmosfera fria e nebulosa que me faz grudar os olhos na tela, ou seja, valeu a pena tirar a bunda da frente do computador para ir no cinema em uma noite gelada de domingo, ainda mais que eu só paguei meia entrada.




Uma observação pessoal: geralmente não vejo um filme antes de ler o livro, e pelo que a Bruna me disse, o livro é bem melhor do que o filme.

Se você leu até aqui, meu muito obrigado.

8 de jul de 2009

Négocios Caracu na prestação de serviços


Estava lendo o blog da Cris Dias e encontrei um vídeo que fala muito sobre o mercado de trabalho na área de computação.

No vídeo em questão, podemos ver como seria se os consumidores comprassem produtos da mesma forma que contratam alguns serviços.

No área de desenvolvimento de software é comum encontrar potenciais "compradores" que dizem que a softhouse está cobrando demais, que pedem descontos absurdos ou que são incapazes de entender que serviços também devem ser valorizados como produtos.

E isso não acontece só no mercado de Software; com certeza arquitetos, desenhistas, publicitários a até diaristas devem sofrer este tipo de situação.

Dê uma olhada no vídeo, que se algum dia você já trabalhou com prestação de serviços vai entender perfeitamente o que estou falando.




Eu nem trabalho na área comercial de prestação de serviços e mesmo assim já vivi algumas situações bem parecidas com as mostradas.

6 de jul de 2009

O melhor blog de todos os tempos da última semana


Não gosto de admitir quando sou enganado, mas acho que dessa vez vale a pena.

Tudo começou quando eu li alguns comentários no Twitter sobre a prestação de contas do blog Da Igreja Internacional. Quando li não tive certeza sobre qual igreja se tratava, mas sabia que devia ser uma dessas congregações(?) evangélicas com programa de TV , onde alguns pastores misericordiosos podem vender aguá do Rio Jordão, TV por assinatura (mas TV por assinatura cristã, veja bem, nada daquelas putarias do PlayboyTV que você está acostumado) e também expulsavam demônios dos corpos dos congregados, até isto ter saído de moda.

Ok, uma igreja, onde parece que o dinheiro fala mais alto que a ‘palavra divina’ superfaturando as contas, até ai nada demais.

Mas depois que eu li o texto 'A derrocada do EMO transviado' é que eu consegui entender. É tudo uma grande brincadeira! Primeiro porque igreja nenhuma, por mais burros que sejam os seus fiéis (e não estou dizendo aqui que o pessoal de qualquer igreja seja burro), colocaria os absurdos que se vê naquele blog na internet; isso seria um atestado de cretinice.

E em segundo lugar, como pode ser sério algo como isso:

Fiquei desesperado e fui correndo até a casa da minha irmã para alertá-la. Ela e o marido não estavam, e eu ouvi uma musica muito alta vindo do quarto de Paulo. A musica era horrível, e dizia na letra palavras profanas e demoníacas, com um refrão que dizia “Hell Come To My Life” (para quem não se formou no CCAA como eu, traduzo: “Inferno, Venha Para Minha Vida”).Prontamente, enfiei o pé na porta do quarto dele, a abrindo violentamente. Paulo se assustou, caindo para trás:

- Tiuuu! Que xuxto!

- Assustado fico eu do meu sobrinho estar ouvindo musicas do diabo!

- Du diabu??? Mas Tiuu, Simple Plan é du beiiim!

- Do bem o caralho pivete! Acha que eu não ouvi essa historia de chamar o inferno para a vida???

- O sinhour tendeu tudu raduuu! É “Welcome To My Life”, não “Hell Come To My Life”!!

- Eu sei o que eu ouvi! Mas vamos tirar isso a limpo…pega o encarte do CD para eu ver a letra.

- Num tenhu encarti! Eu baixxei u MP3!

Aquilo foi a gota d’água. Baixar? Igual no terreiro? Satanista e ainda por cima ligado a Umbanda? Era demais para mim. Mandei o garoto ir para o carro, que eu ia levá-lo para o pastor Gedeão tirar o demônio do corpo dele. Ele falou que não iria, e que eu não podia obrigá-lo.

Eu sei que o uso de força bruta é condenável na maioria dos casos, mas não quando um homem tenta salvar um ente querido da danação eterna no inferno. Golpeei a cabeça de Paulo algumas vezes, que rapidamente começou a chorar. Ele tentou se agarrar a um dos pôsteres de bandas que tinha na parede de seu quarto (Emexizeiro ou algo assim) enquanto eu lhe puxava para o carro, e o fiz com tanta força, que aquela imagem pagã de rasgou em suas mãos.


Agora que eu entendi a brincadeira comecei a acha-la ainda mais engraçada. Engraçado também foi ver blogueiros fodões escrevendo sobre o assunto como se o blog não fosse fake.

E para quem resolver dar uma olhada no blog, só mais uma coisa: se você descobrir quem é o responsável por ele, me conta, porque eu tentei e não consegui.


Sei que não é legal rir das crenças do outros, mas que se foda, o blog é muito engraçado e quem não gostar que vá olhar o canal cristão.

24 de jun de 2009

Bye, bye … Clark Kent

Eu ia escrever um texto lindo, de duas laudas, sobre o fim da obrigatoriedade do diploma para exercer a profissão de jornalista, mas ai percebi que poderia resumir minha opinião sobre o assunto em dois simples argumentos.

war-zone-2-journalist-cartoonEu sou a favor do fim da obrigatoriedade porque sei que existem muito jornalista dando carteiraço com o diploma, sendo que tem gente muito mais qualificada para trabalhar em veículos de mídia, mas acaba ganhando menos porque escolheu se especializar na área para a qual escreve e não em jornalismo em si; exemplos: tecnologia, direito, economia, ciências políticas. Além do que, a profissão de jornalista como conhecemos hoje está morrendo e este é apenas mais um prego no caixão.

Eu sou contra o fim da obrigatoriedade porque ela pode colocar profissionais despreparados no mercado e diminuir o salário de profissionais formados e bem preparados, que podem perder a motivação para exercer sua função social como comunicadores e acabar em trabalhos esdrúxulos, como revistas de fofocas ou no Balanço Geral ( se bem que as pautas do Balanço Geral devem ser escritas por um gorila no cio e o apresentador coloca algumas palavras no meio para parecer jornalismo).     

Se for do interesse de alguém, eu li alguns textos realmente bons sobre o assunto:

http://www.rafael.galvao.org/2009/06/de-jornalistas-e-ascensoristas/ (texto chato, mas muito bom, indicação do Alex Castro no seu blog)

http://www.interney.net/blogs/aomirante/2009/06/19/stf_derruba_a_obrigatoriedade_do_diploma/ (texto muito engraçado, fazendo algumas comparações que fazem bastante sentido)

http://msantuario.blogspot.com/2009/06/formacao-sim-com-diploma-no-fim.html (Santuario é professor de jornalismo da Feevale e foi um dos poucos jornalistas que não escreveu um monte de lamentações, condenando o povo brasileiro ao inferno jornalístico depois da decisão do fim da obrigatoriedade do diploma, parabéns a ele)

 

 

imagem

 

 

fxb63tn8ri