2 de fev de 2009

Redes sociais, pra que te quero

orkut22Era uma vez um carinha muito simpático, que trabalhava em uma empresa que estimulava seus funcionários a gastarem  20% do seu tempo em projetos próprios. Este carinha se chama Orkut Buyukkokten(esse da foto mesmo), e acabou por criar uma rede social muito interessante, cujo objetivo era integrar os funcionários da sua empresa, através de perfis criados pelos próprios usuários e pequenas mensagens que podiam ser trocadas entre todos. Com o tempo esta rede cresceu, e apesar de só aceitar novos membros mediante convite, ela se expandiu rapidamente para fora dos domínios da empresa e ganhou o mundo, até chegar a um país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza… mas que beleza!(WTF).

Não tenho nada contra quem adora o Orkut, sério, alguns dos meus melhores amigos tem perfil no Orkut, tenho familiares com perfis no Orkut; e eu nem os evito (apenas não tiro foto junto deles, de jeito nenhum) ; eu mesmo tive perfil no Orkut por mais de um ano, e acredito que muita gente use o Orkut para se comunicar com amigos distantes, ou com amigos próximos mesmo. Até acredito que existam comunidades que agregam conhecimento e informação, e conseguem se manter livres dos troll’s e spamer’s.

Mas quando se torna comum, em uma rede social, aparecerem coisa como essa:

 

Kibado do post Regi tudo de bom do blog da PGA

Ou coisas realmente assustadoras como essa:

 image Coloquei só meia foto pra não traumatizar
se tiver coragem, olhe tudo aqui

 

Acho que é hora de jogar a toalha e cair fora enquanto é tempo.

Mas para onde ir? Afinal eu também quero participar de redes sociais, conhecer novos amigos virtuais, encontrar pessoas com os mesmos gostos e afinidades que eu.

Que tal o MySpace, que faz pouco ganhou uma versão nacional! Talvez eu possa conhecer pessoas interessantes nas comunidades !!! Vamos ver: “Tenho Orkut e MySpace”, “Tenho MSN”, “Eu odeio acordar cedo”, “Eu acredito e confio em Deus”. Oh shift, O MESMO FILME COM ATORES DIFERENTES.

Talvez eu deva tentar o Sonico, já que estou recebendo SPAM de tanta gente recomendando esta bagaça, quem sabe vale a pena. Vamos lá: “Tenho Orkut e Sonico”, “Tenho MSN”, “Eu odeio acordar cedo”, “Eu acredito e confio em Deus”. Acho que não!!!

Quem sabe o FaceBook, lá você tem de confirmar sua conta através de um numero de celular valido, se não confirmar, tem que digitar um captcha toda vez que mandar uma mensagem; como spamer’s, trolls e beneficiados da Inclusão Digital são incapazes de acertar um captcha ,talvez eu tenha mais sorte.

“Tenho Orkut e Facebook”, “Tenho MSN”, “Eu odeio acordar cedo”, “Eu acredito e confio em Deus”. Desisto.

Afinal de contas, para que eu quero redes sociais se eu não consigo socializar? Porque toda rede social que chega ao Brasil, é imediatamente transformada em um Orkut-genérico?

Porque o pessoal da Comunidade de Filosofia, está mais preocupado em não deixar ninguém perceber que são todos pseudo-intelectuais ao invés de discutir filosofia?

Porque eu estou escrevendo mesmo depois de não ter certeza sobre o que era o assunto deste post?

Primeiro eu achava que era só anti-social, agora descobri que sou anti-rede social.

Será que blogs valem como rede social?

14 comentários:

  1. Aiii que coisas toscas!!!!
    Mio dios!!!
    auauuauauau sorria é melhor coisa a ser feita meu caro.
    Iara adora twitter, orkut é pra amigos, myspace é pra cantor e sonico eu nem sei o que se trata.
    No mais sao coisas pra ver se aco mais gente engraçada e interessante como voce por exemplo, ai eu entro em listas, technorati, blogblogs, essas coisas.

    ResponderExcluir
  2. Tem também o Apóstolico e o Oknut God. Assunto de post futuro,espere só...

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante seu post, mas você não comentou o objetivo principal de tudo isso: tomar conta da vida alheia! É por isso que existem mais perfis do Orkut do que pessoas no mundo, todo mundo tem um fake para ir fuçar na vida do outro.

    ResponderExcluir
  4. @Iara, também gosto de socializar, mas Orkut já abandonei.

    @Kazuya Orkut God parece legal... pelo menos o layout

    @Aline, thanks for your visit, tenho um perfil no Orkut que não é fake, mas que mantenho para poder acessar o dito cujo em um momento de extrema necessidade.

    ResponderExcluir
  5. Oi Teilor! Entendo a "necessidade" do Orkut, tem muito conteúdo bom que a vale continuar visitando mesmo.
    E respondendo seu comentário no meu blog, eu não discuto o talento e o merecimento dos atletas, mas acho que isso não exclui a educação básica. Tantos atletas por aí com tanto ou até mais talento por aí que não ganha nem perto de um jogador de futebol! É bem injusto se você pensar.
    Obrigada pela visita! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  6. hoho...


    Olha Tê..


    sinceramente tudo um dia vai virar com certeza um orkut...

    só temos que pedir as boas almas que não proibam o orkut, pois se não, eles virão invadir o blog com a desgraça do miguxês!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Teilor!

    Acho que os blogs podem aumentar nossa rede social, sim. A prova disso é eu estar fazendo um comentário no seu blog.

    Mas existe uma diferença entre a qualidade das redes formadas pelo Orkut e por blogs. Acredito que pelo Orkut vamos add sem critério, como aquela pessoa com quem estudamos na primeira série - que nunca mais conversamos - e que colocamos na nossa lista só para ter mais um amigo. Já nos blogs você necessariamente precisa interagir.

    Muito legal seu blog, viu? :D

    Abraço

    P.S.: Não tenho Orkut, pois quando tinha me sentia em um verdadeiro Big Brother!

    ResponderExcluir
  8. Tê, adoro teus textos.
    hauahuahauahau

    Tenho Orkut sim e, embora eu o use bastante, acho que o uso consciente do fato de que todos nós observamos (futricação) e gostamos de ser observados (fotos e vídeos), caso contrário, não estaríamos ali.
    Gostamos de nos sentirmos parte de alguma coisa (amigos e comunidades), gostamos do feedback (comentários), de saber o que as pessoas pensam de nós (testimonials).

    Será que vivemos, todos, em um gigante Big Brother inconsciente?

    ResponderExcluir
  9. Maldita inclusão digital xD

    hauhauhauha Meo Deos !

    ResponderExcluir
  10. Belo texto. Também acho que o Orkut, hoje, anda por caminhos duvidosos, apesar de haver umas comunidades interessantes sobre PHP, mysql e outras por lá.
    Pena q já excluí meu profile ha muito tempo rsrs
    Abração

    ResponderExcluir
  11. É amigo, achei que o problema era eu, não consigo me socializar nem na internet, as pessoas estão lá para conhecer novas pessoas, mas quando tentamos falar com elas fingem que não existem.
    Acho que na verdade as pessoas gostam mesmo é de observar a vida de outras pessoas, vidas estas que talvez nem sejam aquilo que parece na internet.

    ResponderExcluir
  12. Também odeio Orkut, nunca gostei, lembro que quando eu tinha uns 10 anos,(agora tenho só 16), todo mundo já comentava que queria ser convidado para o Orkut, já começei a não simpatizar desde aquala época, agora eu continuo sendo contra o Orkut, mas como disseram ai em cima, ainda bem que ele existe senão oo Blogs seriam devorados pelo miguxês, até tive o Hi5 por uma época mas parei com 1 mês de uso, pra mim só o Blog (que me tras um dinheirinho, e me permite falar sobre o que gosto e não gosto, e o MSN que é mais para uso como comunicador mesmo, ele já foi muitas vezes útil na minha vida.
    Valeu!!

    ResponderExcluir
  13. que bom que tu botou só meia foto, pq eu traumatizaria mesmo vendo ela inteira : P

    ResponderExcluir
  14. Olá Teilor! Sobre as rede sociais, eu não acredito que elas sirvam realmente para unir pessoas, acho que o blog cumpre este papel de maneira muito mais satisfatória. Logo que entrei na internet pela primeira vez, meu irmão me mostrou o Orkut e criou um perfil para mim. Esperei, esperei, esperei...e nada conteceu. Uma pessoa me adiciona, escreve 'olá' e acabou. Isto não aproxima ninguém, não transforma ninguém em amigo. Comentários em blogs, papos no msn, troca de idéias...isso sim tem muito mais valor, penso eu.
    abraços!

    ResponderExcluir