25 de mar de 2009

“-Já que tu tá aqui… vou aproveitar”


Está vendo esta frase no título? Quem trabalha com informática ou estuda computação já deve ter ouvido essa frase algumas vezes.

Comigo começa assim: chego no cliente para prestar o atendimento. Estou lá fazendo meu trabalho bem tranquilo, com o cliente de olho, para ver “se aprende alguma coisa”, segundo o próprio, e eis que surge a tão temida frase “Já que tu tá aqui … vou (me) aproveitar”.

As frases seguintes, proferidas pelos aproveitador, são as mais variadas:

“-Pode instalar esta impressora aqui? eu tentei e não consegui… “(nada a ver com o meu trabalho).

“-Pode configurar este roteador made Taiwan com manual em chinês e interface em esloveno? Eu tentei e não consegui…” (definitivamente, nada a ver com o meu trabalho").

“-Não consigo passar as fotos do celular para o meu computador! Tu sabe o que pode ser?” Peraí minha senhora, deixa eu consultar os meus búzios!

“-Sempre que eu ligo meu computador aparece uma mensagem dizendo ‘SEU COMPUTADOR FOI INFECTADO POR UM VÍRUS ENQUANTO VOCÊ ESTAVA DANDO UMA DE SAFADINHA NA WEBCAM COM AQUELE CARA QUE DISSE QUE NÃO IA CONTAR PRA NINGUÉM E QUE NO DIA SEGUINTE ENCHEU O BLOG COM FOTOS SUAS’! Tu tem idéia do que significa essa mensagem?”

 

 

conversa_suporte

 

Para não ficar parecendo um chato, vou dar algumas dicas de como conseguir ajuda com o “cara do computador”; pelo menos se o “cara” em questão for uma cara legal como eu:

  • Não diga que vai “(se)aproveitar”. Tente apenas pedir se o “cara” pode te responder uma pergunta ou fazer um favor.

  • Apenas dizer que não funciona e aceitável, mas não ajuda muito o “cara”. Tente explicar o que você já tentou fazer para funcionar, informe os sintomas do mau funcionamento e em que momento ou de que forma eles acontecem.

  • Se o “cara” dizer que não pode ajudar, não fique pensando que ele está de má vontade com você. Você pode ter pedido algo que realmente não seja fácil ou simples de se fazer, pelo menos não na forma de um favor.

Para finalizar, fica algo que serve mais como uma dica para tudo: seja sempre educado. Qualquer profissional tende a atender melhor quando o cliente é educado.

 



Momento blogueiro chorão:

Por falta de tempo/criatividade/ausência de vida social, tenho ficado afastado do blog. Tentei encontrar algum inseto na minha casa, para escrever sobre ele, mas minha mãe colocou um aparelhinho na tomada que eu acho que espantou todos.

4 comentários:

  1. hehehehe....

    eu sempre tento ser educada...mas as vezes "eles" me irritam..!!


    mas não que eu perca a educação, capaaz!!

    ;)

    ResponderExcluir
  2. kakakkkakakak eu sou muito sem jeito pra pedir, eu prefiro pagar.
    pensando bem, eu acho que ja usei esse termo hehehhe.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Ah, as pessoas sempre pedem coisas além de nossas tarefas. Dá vontade de perguntar "Escuta aqui, tá me achando com cara de escravo???"
    aushaushuas

    ResponderExcluir