16 de fev de 2010

Nunca antes na história desse país … bla bla bla


Lula se elegeu presidente do Brasil antes que eu me importasse com o assunto ‘politica’; não que eu me importe muito hoje, mas quando o nosso atual presidente chegou ao poder eu nem direito de voto tinha, também não conhecia o percurso politico do Lula e nem mesmo entendia o significado da vitória dele.

“A vitória do povo” alguns diziam com um sorriso no rosto, o que pode soar meio estranho em uma regime democrático, onde independente do candidato eleito sempre será a vitória do povo – pelo menos da maioria do povo.

Também não lembro de como foi o governo do Fernando Henrique Cardoso, sendo que na minha memória ficou marcada apenas o discurso de que ele havia criado o Plano Real, derrubado a inflação, quebrado patentes para que se pudessem produzir os genéricos e só. Mas foi uma carta do Fernando Henrique Cardoso, primeiro presidente reeleito no Brasil, que me fez escrever este post. Você podem lê-la no blog do Augusto Nunes, jornalista da Veja.

Leitura indispensável: um grande artigo de Fernando Henrique

Antes de discorrer sobre o tema da carta, gostaria de dizer que tenho um profundo asco pela Veja e pelos seus jornalistas. Tenho nojo da linha editorial da revista, que entre todos os veículos de mídia que eu conheço, é sem dúvida o mais tendencioso que existe; um verdadeiro ninho de cobras dispostos a picar e envenenar qualquer um que ouse discordar de suas verdades incontestáveis. Dúvida? Aqui um pequeno exemplo entre muitos.

Mas agora falando exclusivamente da carta do FHC, só posso dizer que ele está completamente certo em seu texto – se não a leu até aqui, siga o link lá acima e leia.
Nosso presidente, a cada dia mais envia os pés pelas mãos enquanto parece sofrer com uma crise de final de mandato. Em teoria, eu nem mesmo poderia estar direcionando ao Lula quaisquer palavras que não fossem elogios, já que sou um dos inúmeros comtemplados pelos programas assistencialistas do Governo. Como bolsista do Prouni, terei garantida toda minha graduação e sem ter de pagar um centavo a faculdade particular que freqüento. Nem sei onde estaria se não tivesse conseguido a bolsa (e não faço nenhum esforço para imaginar), mas se não estivesse na faculdade, com certeza estaria perdendo todo um mundo de possibilidades e experiência que tenho hoje.

Mas os benefícios a mim concedidos não me tornaram cego as atitudes do governo que os criou e de certa forma, os concedeu. Muito pelo contrário; freqüentar uma boa instituição de ensino superior me tornou mais perspicaz aos assuntos sociais, mais interessado pelos rumos do meu país e com mais discernimento para julgar as ações de nossos administradores.

Como pode o partido do Lula ser acusado de inúmeras maracutaias e nosso presidente se safar apenas dizendo que não sabia de nada? 

— Senhor presidente, quero que um Aerolula caia na minha cabeça agora se o senhor não sabia do mensalão e esquemas similares que aconteciam em seu governo!Se realmente não sabia, imagino que pelo menos desconfiava, e se havia desconfiança, deveria ter incentivado uma investigação.

Não questiono as capacidades do Lula como presidente, mas como personalidade publica ele é um verdadeiro desastre. Não que a maioria do povo brasileiro se importe, afinal de contas, enquanto o nosso presidente varre a sujeira para baixo do tapete todos aplaudem como se igualmente não vissem nada.Já se diz até que o Lula ganha de qualquer jeito, elegendo ou não a Dilma. De minha parte, vou aguardar as eleições e esperar que o próximo governo não mostre apenas transparência na hora de tirar os seus 'cadáveres do armário', mas também mostre que a politica brasileira ainda pode ser levada a sério.


8 comentários:

  1. Olá!
    Sou novata por aqui. Segui o link do Dicas Blogger e cá estou.
    O seu texto está excelente, mas gostaria de acrescentar à sua frase: "os benefícios a mim concedidos",o seguinte:
    Nós, brasileiros, trabalhamos 5 meses por ano, apenas para pagar impostos. Estes deveriam retornar à população na forma de Educação e Saúde de qualidade, Segurança eficiente e outros. Afinal, é para isso que pagamos os tributos, que diga-se de passagem, são os mais altos do mundo.
    Portanto, você não recebeu "benefício" algum, mas sim recebeu o que tem direito em função do que já contribuiu para o governo.
    Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Realmente.. é esperar pra ver!! O seu blog tem estilo. Seguirei!

    ResponderExcluir
  3. Descordo de ti em alguns pontos, Tê. Acho que como personalidade pública o Lula é incrivelmente bem-sucedido. Se identifica com a maioria do povo brasileiro, que foi quem o elegeu. Ele tem uma história emocionante (como vários brasileiros) e é de se admirar que tenha chego onde chegou. Agora, particularmente, como governante é onde vejo o problema. Por ter uma veia popular, talvez, não vejo características de liderança nem de talento para administração. Não votei nele nem pretendo votar na segunda-dama Dilma que (oh, que surpresa) já é pré-candidata à presidência do país. Não duvido que ela se eleja - Lula tem, afinal, muita influência sobre a classe popular do país. Ele dá a sardinha ao invés de ensinar o povo brasileiro a pescar algumas trutas.
    Quanto à Veja, é uma revista muito tendenciosa, sim, mas tem jornalistas de qualidade e produz matérias de excelente qualidade jornalística, como a que saiu sobre o Tribunal de Contas da União, na edição 2133. São 9 as famílias ricassas que comandam as mídias no brasil, todos os veículos de comunicação têm a sua linha editorial. Cabe aos jornalistas contornarem isso para produzirem reportagens verdadeiras para o povo. =D
    Vou parar por aqui senão vai virar um post. hehehe

    Beijo, Tê!

    ResponderExcluir
  4. O povo do Lula ganha camisinha, pilula do dia seguinte,bolsa família, Terras etc. Será que é por isso que ele é tão "popular" nas classes menos favorecidas?

    Eu trabalho, estudo e tenho tentando conseguir um financiamento com o Governo Federal para ampliar meu negócio e ajudar não só a mim, mas também a outras pessoas. Acha que consegui? Nem em sonho...

    Abraços ;-)

    ResponderExcluir
  5. O Lula lutou para expulsar o seu amiguinho José Dirceu do Partido dos Trabalhadores - PT após o escândalo do Mensalão? Fez isso com o Delúbio Soares, Antônio Palocci e outros corruptos do PT? O atual presidente da república moveu alguma palha para que esses homens fossem banidos do partido? Por que será que o Lula não fez nada disso? Por outro lado, vale lembrar que o Lula e seus comparsas trataram de expulsar do PT militantes honestos, como Heloísa Helena, por contrariarem a conduta vergonhosa do governo.

    ResponderExcluir
  6. Olá Teilor!
    Acho que tenho alguns anos a mais que vc porque eu me lembro do governo do FHC (era adolecente). Na époco era muito mais crítico com a sua política. Hoje, fico feliz de ver que FHC e Lula foram nossos presidentes. O Brasil deu enormes passos com os dois governos e o país hoje é bem melhor do que há 20 anos.

    Nao quero defender o Lula do mensalao, mas esse episódio vai muito mais além do que ser ou nao honesto. Se buscarmos coisas parecidadas no google sobre o FHC também vai aparecer muita coisa. Aliás, o mensalao começou com um senador do PSDB mineiro, Azeredo, em 1989.

    Cabe a nós a responsabilidade nao só pelos nossos presidentes eleitos, mas também pelos deputados, senadores, vereadores, etc.

    Uma dica legal para acompanhar a nossa realidade na net é o blog do Luis Nassif.

    http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/

    Um abraço!

    P.S. Vc tem toda a razao sobre a "revista" Veja!!!

    ResponderExcluir
  7. Diego, concordo com você no que diz respeito aos avanços do Brasil durante os governos do FHC e do Lula, o aumento do crédito e a facilitação do livre comércio são bons exemplos desta boa governança. Só acho um pena que para cada boa ação dos nossos governantes, exista uma boa quantidade de maracutaias e crimes varridos para debaixo do tapete.

    ResponderExcluir
  8. Fernando Henrique Cardoso e Lula da Silva conseguiram formar uma frente ampla,num acordo tácito que não precisou contratos.Só não percebe quem não presta atenção. Tomara que dure por muitos e muitos anos.Foi o que afastou do poder aquela corja toda que mandou no Brasil nos últimos 500 anos.Afastou em tese,pois também são brasileiros e têm ainda muita representatividade.Que seja assim. Com seus erros e acertos,muitas vêzes tendo que conviver com ladrões e safados dentro da propria casa,mas paulatinamente rumando a um futuro melhor. A polarização deve permanecer como está.E vade retro o resto!!

    ResponderExcluir